sexta-feira, 14 de Outubro de 2011 09:59h Atualizado em 14 de Outubro de 2011 às 10:05h. Liziane Ricardo

Missão de prefeitos do Centro-Oeste mineiro à China

Uma missão composta de prefeitos da região Centro-Oeste de Minas, liderados pelo presidente da Fiemg Regional, Afonso Gonzaga, seguiu para a China, no dia 08 de outubro, para uma série de encontros comerciais em  feiras, empresas e instituições públicas.


Na segunda-feira, 10, foi realizada audiência com o embaixador do Brasil em Hong Kong, Antônio José de Castro e  o Cônsul Fernando Jablonski. No encontro foram tratados assuntos relacionados  ao sistema político brasileiro e os  avanços nas negociações entre Brasil e China; além da importância da visita para a aproximação comercial entre a região Centro-Oeste de Minas e o mercado chinês. Cada prefeito expôs, na ocasião, as potencialidades  e diversidades de seu município, e Afonso Gonzaga apresentou as diferentes oportunidades de negócios de todo o Estado de Minas Gerais.

 

 

PROSPECÇÃO DE NEGÓCIOS


Setores como confecção, calçados, fundição, mineração, laticínios e doces, foram considerados como prioritários para inicio de negociações. Uma equipe da embaixada brasileira à China foi disponibilizada pelo embaixador para auxiliar na prospecção comercial entre os dois países.


Hoje, a região Centro-Oeste de Minas ostenta o maior número de Arranjos Produtivos Locais (APLs) do Estado: fundição, fogos de artifício, bucha vegetal, cachaça, móveis, cerâmica vermelha, ardósia, calçados, confecção,  suinocultura, construção civil, siderurgia e leite.  Os Arranjos Produtivos Locais são estratégias empresariais que buscam unir os empresários e lideranças públicas numa gestão mais produtiva, instrumentos essenciais para micro, pequenas e médias empresas disputarem mercado dentro e fora do Brasil, colocando-as na rota do crescimento e do desenvolvimento.

 

PRODUTOS ALIMENTÍCIOS


Para Afonso Gonzaga, entre as prioridades tratadas, há uma forte ênfase no que se refere aos produtos alimentícios,  com destaque para o fornecimento de carne bovina, aves e suínos. “Segundo o embaixador Antônio Castro,  os chineses têm interesse em investir nestes segmentos; podendo, inclusive, aportar recursos em plantas industriais na região centro-oeste,  tendo como contrapartida o fornecimento exclusivo”, salientou Gonzaga. Outros setores como confecção, calçados, fundição, mineração, laticínios e doces, foram considerados como prioritários para inicio de negociações. Uma equipe da embaixada brasileira à China foi disponibilizada pelo embaixador para auxiliar na prospecção comercial  entre os dois países.

 

Legenda Foto:

Legenda – Átila Costa – gerente regional da Fiemg, Rodrigo Santos – Sebrae/MG, Ronaldo Márcio – prefeito de Paíns, Vladimir Azevedo – prefeito de Divinópolis, Aluísio Veloso – prefeito de Formiga, Leonardo Lacerda – prefeito de Santo Antônio do Monte, Pedro Paulo Pinto – vice-prefeito de Itaúna, Antônio Castro – embaixador, Fernando Jablonski – Cônsul, Ângelo Roncali – prefeito de São Gonçalo do Pará, Geraldo Albano – prefeito de Córrego Danta, Afonso Gonzaga – presidente regional da Fiemg   

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.