segunda-feira, 23 de Setembro de 2013 11:07h

Monumento será erguido em homenagem a doadores de órgãos

Solenidade de assinatura do convênio com MG Transplantes será nesta terça-feira (24), na ALMG

Na próxima terça-feira (24/9/13), será realizada, às 10 horas, no Salão Nobre, solenidade de assinatura de convênio para criação de um monumento em homenagem aos doadores de órgãos em Minas Gerais. A parceria envolve a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), o Complexo MG Transplantes, a Secretaria de Estado de Saúde e a Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig). Durante a solenidade, o escultor Léo Santana fará a apresentação da maquete do monumento e serão colhidas assinaturas de familiares de doadores para a inscrição de seus nomes na escultura.

 

 

A intenção é que, no monumento, sejam inscritos os nomes de todas as pessoas que doaram ou que venham a doar órgãos em Minas Gerais, após autorização da família. Isso será feito em periodicidade a ser definida.

 

 

A doação de órgãos é tema frequente nas discussões da Assembleia e em projetos de lei que tramitam na Casa. O Legislativo mineiro contribuiu com normas importantes que regem as doações, como a Lei 10.860, de 1992, que obriga a notificação, em caráter de urgência, dos casos de morte encefálica ocorridos na rede pública de saúde do Estado.

 

 

Além do presidente da ALMG, deputado Dinis Pinheiro (PSDB), devem participar da cerimônia o secretário de Estado de Saúde, Antônio Jorge de Souza Marques; o presidente da Fhemig, Antônio Carlos de Barros Martins; e o diretor do Complexo MG Transplantes, Charles Simão Filho.

 

 

Estrutura mineira – O MG Transplantes é um dos serviços mais organizados e ativos do Brasil. Possui seis Centrais de Notificação, Captação e Doação de Órgãos em Belo Horizonte, Pouso Alegre (Sul de Minas), Governador Valadares (Rio Doce), Montes Claros (Norte), Juiz de Fora (Zona da Mata) e Uberlândia (Triângulo Mineiro). O órgão é responsável, por meio do Serviço Nacional de Transplantes (SNT), por monitorar a lista única de transplantes de órgãos e tecidos, receber fichas de inscrição dos profissionais autorizados a transplantar e manter busca ativa constante nos hospitais de cada das seis regionais.

 

 

Sua estrutura conta, ainda, com nove Organizações de Procura de Órgãos, que mantêm plantão médico 24 horas, enfermeiro, psicólogo, apoio administrativo e carro com motorista para captação e busca de órgãos e tecidos em todo o Estado. Possui um serviço de transporte aéreo 24 horas para realizar os encaminhamentos de órgãos em todo o País. Atualmente, o MG Transplantes registra um número de doações de múltiplos órgãos da ordem de 12,7 doadores por um milhão de pessoas. Em 2006, esse índice era de 3,6.

 

 

Escultor – Formado em Publicidade e Desenho Industrial, Leo Santana é autor de 15 monumentos públicos em cinco cidades brasileiras e em Washington (EUA). Entre suas obras mais importantes estão a escultura do escritor Carlos Drummond de Andrade na orla de Copacabana (no Rio de Janeiro) e o monumento em homenagem aos 20 anos das eleições diretas no Brasil, com Tancredo Neves, Ulysses Guimarães e Teotônio Vilela, na Praça Carlos Chagas, em frente a ALMG. Sua obra já foi comercializada e exposta na Itália, Portugal, Alemanha e Estados Unidos.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.