segunda-feira, 23 de Maio de 2016 10:06h Atualizado em 23 de Maio de 2016 às 10:19h. Instituto Mineiro de Agropecuária – IMA

Mostra e concurso de peixes ornamentais serão novidade na 56ª. Exposição Estadual Agropecuária

Minas produz 70% dos peixes ornamentais do país . O público vai escolher o aquário mais bonito da exposição

Uma das novidades da 56ª. Exposição Estadual Agropecuária será a participação do setor de aquicultura apresentado pela 1ª. Exposição Estadual e Concurso Nacional de Peixes Ornamentais e pela mostra de equipamentos para o setor.

 

A 1ª. Exposição Estadual contará com diversos aquários onde o público poderá conferir e apreciar a beleza dos peixes ornamentais mais produzidos em Minas e representados pelas espécies betta, guppy, colisa, molinésia, acará bandeira, acará disco, kinguius e ciclídios.

 

 

 

 

Participarão produtores da Zona da Mata mineira, região que produz cerca de 20 milhões de unidades de peixes ornamentais/ano, volume  equivalente a 70% do total comercializado anualmente no Brasil.

 

“O objetivo é promover a cadeia de valor da aquicultura e apresentar à sociedade mineira o potencial desse setor em Minas. É uma forma também de se fomentar negócios numa área que é predominantemente formada por agricultores familiares”, explica Ana Carolina Castro Euler, diretora de Aquacultura da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa).

 

 

 

 

 

O setor de peixes ornamentais constitui o segundo maior dentro do segmento pet. “É uma cadeia de valor muito importante do ponto de vista econômico também, pois inclui desde a alimentação dos peixes até o mobiliário com os aquários e sua decoração”, explica Lucas Rocha Carneiro, superintendente de Desenvolvimento Agropecuário da Seapa. 

 

Os produtores participantes da mostra integram a Associação dos Aquicultores de Patrocínio do Muriaé e Barão do Monte Alto (Aaquipam-BMA),   Associação dos Aquicultores do Vale do Glória e   Confederação dos Criadores de Guppy (CCG).

 

 

 

 

 

Concurso – O Concurso  Nacional de Peixes ornamentais terá representantes de Minas e de outros cinco estados, representados  por Rio Grande do Norte, Paraná, Espírito Santo, São Paulo e Rio de Janeiro.  O certame vai avaliar os animais a partir de critérios mundiais adotados para caracterizar as diferentes espécies tais como  perfeição de corpo e nadadeiras, coloração e comportamento. Serão premiados 55 animais.

 

O público também vai poder escolher, pelo voto popular, o aquário mais bonito da exposição.

 

Equipamentos – Haverá também uma mostra dos segmentos da aquacultura de corte, com as principais espécies de peixes para consumo produzidas em Minas como tilápia, tambacu, surubim e carpas,  entre outros.

 

A mostra incluirá um ranário vertical (com rãs acomodadas em gavetas) e sistemas de produção e equipamentos para o setor como os estufas, comedores e tanques para o cultivo em aquaponia, que é a  criação de peixes associada ao cultivo de hortaliças, modelo de produção que pode economizar em até 90% o consumo de água em relação à agricultura convencional.

 

A mostra será resultado de parceria com empresas do setor na  Região Metropolitana de Belo Horizonte.

 

 

 

 

A participação da aquicultura será de 1º a 5 de junho.

 

Outros eventos do agronegócio - A 56ª. Exposição Estadual Agropecuária  é uma realização da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e sua vinculada Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), juntamente com o sistema da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg).

A Exposição Estadual - de 31 de maio a 5 de junho -  terá  também leilões e julgamentos de bovinos e equídeos, exposição de flores e folhagens, minifazenda, palestras e cursos gratuitos com temas do agronegócio   e a 1ª Feira Pró-Genética e Pró-Fêmeas.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.