quinta-feira, 31 de Janeiro de 2013 11:30h Agência Minas

Município de Monte Verde terá uma ETE Móvel da Copasa

Estação entrará em operação nos próximos 60 dias, permitindo o tratamento do esgoto coletado no distrito

O turístico distrito de Monte Verde, pertencente ao município de Camanducaia, receberá nas próximas semanas um serviço diferenciado da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa). Já está em fase de montagem uma Estação de Tratamento Móvel (ETE Móvel), que vai tratar o esgoto coletado no local até a conclusão de uma ETE convencional, cujo projeto está em fase de estudos.

Com capacidade de tratamento de 3,47 litros por segundo, a ETE Móvel deve entrar em operação em Monte Verde nos próximos 60 dias, minimizando a poluição dos cursos d´água e, dessa forma, melhorando a qualidade de vida e as condições de saúde da população local. “É uma solução rápida para o início do tratamento do esgoto de Monte Verde enquanto trabalhamos no projeto para construção da estação de tratamento convencional”, explica o gerente do Departamento Operacional Sul da Copasa, Guilherme Frasson.

A ETE Móvel é uma solução alternativa desenvolvida pela Copasa em 2010 para tratar os esgotos em nível primário em localidades específicas. Tem como principais vantagens a facilidade e a rapidez de locomoção. A estação utiliza um conjunto de carretas acopladas a cavalo mecânico que garantem seu transporte até o local de operação.

Uma vez estacionadas, as carretas são desacopladas do cavalo mecânico. A primeira carreta tem sistema elevatório movido a diesel e energia elétrica, tratamento preliminar composto por reator anaeróbio de fluxo ascendente e laboratório de controle operacional. A segunda carreta tem dois leitos de secagem destinados à desidratação do lodo gerado no processo. A ETE Móvel ainda permite a instalação de queimador de biogás gerado no processo.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.