sexta-feira, 12 de Dezembro de 2014 09:02h

Negligência médica é tema de audiência pública na Assembleia

Comissão de Direitos Humanos se reúne nesta quarta (17) para tentar esclarecer morte ocorrida em agosto em hospital

A Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) realizará audiência pública nesta quarta-feira (17/12/14) para debater denúncia de suposta negligência médica no atendimento prestado por profissionais do plano de saúde Unimed BH. A reunião, programada para 9 horas, no Auditório, atende a requerimento do presidente da comissão, deputado Durval Ângelo (PT).

O parlamentar foi procurado pelo médico Ricardo Costa Val Rosário, cuja mãe, Maria Therezinha da Costa Val Araújo, morreu no último dia 5 de agosto, no Hospital Vera Cruz, na Capital mineira. Os familiares de Maria Therezinha alegam que foram a hospitais credenciados pela Unimed nos dias 10 e 14 de julho de 2014 e não teriam recebido o atendimento adequado.

Segundo informações do gabinete do parlamentar, Ricardo Rosário relatou ainda que durante o período em que trabalhou na Unimed observou diversas condutas médicas incompatíveis com as “boas práticas clínicas”. Diante disto, o profissional teria passado a denunciar os fatos aos diretores clínicos da instituição, supostamente não recebendo nenhuma resposta.

Segundo Durval Ângelo, a audiência tem como objetivo esclarecer o que de fato aconteceu em torno da morte de Maria Therezinha, sobretudo como foi o atendimento recebido por ela. Ricardo Rosário também teria relatado ao parlamentar que passou a ser alvo de assédio moral após a denúncia, tendo sido expulso irregularmente dos serviços da Unimed.

Convidados - Além do médico, foram convidados para a audiência pública o diretor-presidente da Unimed Belo Horizonte, Samuel Flam. O ministro da Saúde, Arthur Chioro; o procurador-chefe da Procuradoria da República no Estado de Minas Gerais, Adaílton Ramos do Nascimento; e ainda o superintendente regional da Polícia Federal em Minas Gerais, Sérgio Barboza Menezes, também foram convidados.

Em âmbito estadual, foram convidados ainda o procurador-geral de Justiça do Estado de Minas Gerais/Ministério Público do Estado, Carlos Andre Mariani Bittencourt; o secretário de Estado de Saúde, José Geraldo de Oliveira Prado; e o presidente do Conselho Regional de Medicina de Minas Gerais, Itagiba de Castro Filho.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.