terça-feira, 26 de Abril de 2016 11:26h Agência Minas

Nova lista de nomeações contempla 2.500 educadores para atuar nas escolas estaduais

Nova lista de nomeações contempla 2.500 educadores para atuar nas escolas estaduais

O Governo de Minas Gerais continua trabalhando para cumprir a meta de 30 mil nomeações de novos servidores em 2016. Nesta terça-feira (26/4), foi publicada, no Diário Oficial Minas Gerais, uma nova lista de nomeações que contempla 2.500 professores para atuarem diretamente nas escolas estaduais mineiras. As novidades desta lista são a nomeação de professores para atuarem nos anos iniciais do Ensino Fundamental e de professores de Ensino Religioso que participaram do concurso referente ao edital publicado em 2014.
Desde março de 2015, já foram nomeados 22.557 servidores, entre quadros técnicos e professores. Só em 2016 foram nomeados 7.500 servidores para atuarem na Educação.

 

 


Para a secretária de Estado de Educação, Macaé Evaristo, a nomeação de novos servidores representa o fortalecimento da Educação. “Estamos trabalhando para fortalecer as nossas escolas da rede estadual de ensino e pensar no fortalecimento da escola e dos projetos pedagógicos passa por um olhar muito cuidadoso pelos profissionais da Educação, não só no que diz respeito a reajuste salarial, mas também a ter uma inserção digna no ambiente de trabalho. É muito importante para a rede constituir um quadro de professores efetivos para que as escolas tenham segurança a cada ano de quais profissionais elas podem contar. Então estamos avançando no nosso processo de nomeação de professores. Com essa nova lista, chegamos ao número de 22.557 servidores nomeados desde o início de 2015”, destacou a secretária.

 

 


Dos 2.500 nomeados desta nova lista, 1912 são regentes de aula que vão atuar nos anos finais do Ensino Fundamental e no Ensino Médio e 520 são regentes de turma para os anos iniciais do Ensino Fundamental, todos eles aprovados no concurso de Edital SEPLAG/SEE nº 01/2011. Também foram nomeados 78 professores de Ensino Religioso do Edital Seplag/SEE nº 03/2014.
Os candidatos nomeados devem se submeter a exame médico pré-admissional, realizado pela Superintendência Central de Perícia Médica e Saúde Ocupacional/SEPLAG, nas datas e horários informados no site da Seplag.

 



Política remuneratória
O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, sancionou na última semana a lei que dispõe sobre a política remuneratória das carreiras do Grupo de Atividades de Educação Básica do Poder Executivo e sobre a alteração da estrutura da carreira de Professor de Educação Básica. Publicada no Diário Oficial Minas Gerais da última quinta-feira (21/4), a lei promulgada garante de vez o reajuste de 11,36% nos vencimentos básicos das carreiras da Educação e nos valores dos abonos pagos aos trabalhadores, entre outras reivindicações históricas da categoria.

 

 


“O esforço do Governo do Estado e do nosso governador, Fernando Pimentel, para o cumprimento do acordo e para que de fato a gente consiga fazer uma valorização do profissional, que ela seja sustentável e efetiva, tem sido muito importante nesse momento. O nosso país passa por uma situação delicada e de crise, mas os professores já foram extremamente sacrificados ao longo dos anos e se nós queremos educação de qualidade, escola e currículo forte, nós precisamos de professores que sejam devidamente valorizados e que tenham sua estabilidade profissional”, pontuou Macaé Evaristo.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.