sexta-feira, 30 de Janeiro de 2015 11:29h Atualizado em 30 de Janeiro de 2015 às 11:36h.

Novo SAMU de Minas Gerais beneficiará 2,7 milhões de pessoas

Mais de 40 ambulâncias de suporte básico e avançado circularão em 153 cidades da Macro Região Sul do estado

Cerca de 2,7 milhões de moradores do sul de Minas Gerais passam a contar a partir deste sábado (31) com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192). Ao todo, 153 municípios serão alcançados por 43 ambulâncias (34 de suporte básico e nove de suporte avançado). A cerimônia de inauguração do serviço foi realizada nesta sexta-feira (29) no município de Varginha, onde funcionará a Central Regional de Regulação das Urgências. O evento contou com a presença do ministro da Saúde, Arthur Chioro, o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, e o secretário Estadual de Saúde, Fausto Pereira dos Santos.

“Agora, a região do sul de Minas está preparada e contará com o apoio do Ministério da Saúde e do governo do estado para auxiliar no que for preciso, no atendimento na rede de urgência e emergência, e garantir à população mineira um atendimento de saúde digno e de qualidade”, afirmou o ministro da Saúde durante a solenidade. Ainda de acordo o ministro, outro impacto positivo com a chegada do SAMU é o encaminhamento de pacientes de forma correta aos hospitais que têm condições ou que oferecem serviços para aquela urgência.

Para a implantação do SAMU da Macro Região Sul de Minas, o Ministério da Saúde investiu R$ 6,8 milhões na construção e compra de veículos, materiais, mobiliário, equipamentos de tecnologia da informática e rede. Ao todo, 619 profissionais trabalharão no serviço, sendo 67 médicos, 68 enfermeiros e 202 técnicos em enfermagem, além de condutores, farmacêuticos e trabalhadores administrativos. Com o novo SAMU, 475 dos 853 municípios mineiros terão acesso ao serviço, o equivalente a 55,69% de cobertura.

A distribuição das 43 ambulâncias na Central de Regulação das Urgências e nas 33 bases descentralizadas será feita da seguinte forma: Alfenas (2), Aiuruoca (1), Boa Esperança (1), Cambuí (1), Campos Gerais (1), Carmo do Rio Claro (1), Cássia (1), Caxambu (1), Delfinópolis (1), Extrema (1), Guapé (1), Guaxupé (1), Itajubá (2), Lambari (1), Lavras (2), Luminárias (1), Machado (1), Nepomuceno (1), Nova Resende (1), Ouro Fino (1), Paraisópolis (1), Passos (2), Piumhi (2), Poços de Caldas (2), Pouso Alegre (2), Santa Rita de Caldas (1), Santa Rita do Sapucaí (1), São Gonçalo do Sapucaí (1), São Lourenço (2), São Roque de Minas (1), São Sebastião do Paraíso (1), Três Corações (1), Três Pontas (1), Varginha (2).

SAMU – Atualmente, o SAMU possui 185 Centrais de Regulação das Urgências com cobertura de 151,6 milhões de habitantes em 2.984 municípios brasileiros. São 3.249 ambulâncias realizando atendimento, entre unidades de suporte básico, suporte avançado, motolâncias, equipes de embarcação e aeromédicas.

Com o SAMU, o Governo Federal está reduzindo o número de óbitos, o tempo de internação em hospitais e as sequelas decorrentes da falta de socorro precoce. O serviço funciona 24 horas por dia com equipes de profissionais de saúde como médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e condutores que atendem às urgências de natureza traumática, clínica, pediátrica, cirúrgica, ginecológica e obstétrica e de saúde mental da população.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.