quarta-feira, 30 de Janeiro de 2013 09:02h Phábrica de Ideias - Assessoria de Imprensa

Número de produtores de café em busca de capacitação dobra na região de atuação da COOXUPÉ

Durante 2012 cooperativa, em parceria com o Senar-Minas, promoveu mais de 240 cursos levando temas como segurança, baixos custos e qualidade de vida nas lavouras para os pequenos produtores

Desde 2010 a COOXUPÉ – cooperativa mineira de café com mais de 11 mil cooperados - promove em parceria com o Senar-Minas (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), cursos e capacitações que atendem a necessidade do produtor rural, principalmente dos pequenos, que vivem da agricultura familiar. Com investimento de R$ 470 mil vindo de ambas as entidades, o convênio atende 18 municípios oferecendo cursos gratuitos com temas que refletem a demanda e as peculiaridades de cada região produtora do grão.

Em um balanço realizado recentemente pelo Senar, o número de cursos oferecidos nas Unidades de Negócios da cooperativa cresceu, até o final de 2012, 52% em relação a 2011. “Foi um ano de consolidação da parceria entre a COOXUPÉ e o Senar-Minas. Realizamos até 21 de dezembro do ano passado, 247 cursos e capacitamos 2.942 produtores cooperados”, revela Rodrigo de Castro Diniz, Gerente Regional do Senar.

Como a parceria acontece ao longo de três anos, Rodrigo avalia que os produtores estão mais atentos ao processo de inscrição dos cursos e eventos. “Estes números são resultados de duas frentes: o produtor busca cada vez mais pela capacitação e nós estamos entendendo melhor suas necessidades”, conta.

Para o Gerente de Desenvolvimento Técnico da COOXUPÉ, José Geraldo Junqueira, a parceria entre as instituições é extremamente importante, pois está alinhada com o objetivo da cooperativa em promover o conhecimento e a qualidade de vida no campo. “Nossos técnicos e engenheiros agrônomos estão sempre visitando propriedades e conhecendo a necessidade do cooperado. Isso amplia as possibilidades dos nossos serviços, porque oferecemos o que eles precisam. Hoje, quem detém a informação, está um passo à frente”, revela.

No ano passado, as capacitações mais procuradas foram aplicação de agrotóxico na lavoura e utilização correta da roçadeira/derriçadora. Outros cursos que compõe o convênio Senar são: administração rural, aplicação correta de agrotóxicos, classificação e degustação de café, orientações sobre a utilização correta do terreiro no processo de secagem do café, saneamento, qualidade da água e custos de produção.

Produtores no curso de Aplicação de Agrotóxicos realizado em Botelhos/MG

Sobre a Cooxupé

A cooperativa mineira de café com cerca de 11 mil cooperados, 84% deles pequenos produtores, atende cafeicultores do Sul de Minas, Cerrado Mineiro e Vale do Rio Pardo. Ao longo dos seus 80 anos de história, a entidade reuniu números expressivos, ganhando liderança nas exportações do grão e ampliando mercados, como o de cafés especiais e certificados.

Líder na exportação de café em 2008 e 2010, a COOXUPÉ também bateu recorde no agronegócio brasileiro em 2011, exportando o maior volume de café da história brasileira – 2,46 milhões de sacas.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.