quarta-feira, 1 de Agosto de 2012 15:56h Gazeta do Oeste

Número de transplantes em Minas sobe 52%

 O número de transplantes feitos no Sistema Único de Saúde (SUS) em Minas Gerais aumentou em 52% na comparação com os primeiros quatro meses do ano passado. Em 2012, foram realizados 697 transplantes enquanto em 2011 foram 459 procedimentos cirúrgicos. As operações de córneas tiveram alta de 60% e os transplantes de coração aumentaram cinco vezes.

No estado, há 12,5 doadores por milhão de população enquanto a média nacional é de 13,6 doadores. Com esse número, o país bateu a meta programada para o ano que vem. O novo objetivo do Ministério da Saúde é atingir 15 doadores por milhão de população até 2015. Segundo o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, 95% das cirurgias no país são feitas pelo SUS. Minas possui 80 equipes, uma central e dez Organizações de Procura de Órgãos (OPOs).

Em abril, o Ministério da Saúde elevou em até 60% o repasse de verbas para ampliação do número de transplantes no SUS. Os hospitais que fazem transplante de rim tiveram um reajuste específico de 30% para estimular a realização dos procedimentos e a redução do número de pessoas que aguardam pela cirurgia. O valor pago para transplantes de rim de doador falecido passou de R$ 21,2 mil para R$ 27,6 mil. Nos casos de transplante de rim de doador vivo, o valor passa de R$ 16,3 mil para R$ 21,2 mil.

Ainda nesse mês, o Ministério da Saúde anunciou R$ 10 milhões para aquisição do medicamento imunoglobulina para pacientes que realizarem transplante de rim e apresentarem rejeição aguda ao órgão transplantado. Esta iniciativa possibilita uma rápida recuperação, além da melhoria na qualidade de vida do transplantado.

Em 2011, houve investimento de R$ 1,3 bilhão para manutenção e crescimento da rede - quatro vezes mais que o total de recursos alocados para o setor em 2003, quando foram destinados R$ 327,85 milhões.



COM AGÊNCIA SAÚDE

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.