quarta-feira, 14 de Maio de 2014 07:55h

Oficina capacita profissionais da Junta Reguladora da Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência

Objetivo foi promover discussões sobre propostas para melhoria do serviço com foco na saúde, educação e assistência social.

A primeira Oficina de Alinhamento de Diretrizes da Junta Reguladora da Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência reuniu cerca de 50 pessoas em debates e discussão de propostas para entender e melhorar o serviço nos três eixos de atuação: saúde, educação e assistência social.

Segundo a Coordenadora de Atenção à Saúde da Pessoa com Deficiência, Gabriela Cintra Januário, a rede de cuidados foi instituída em 2012 pelo Ministério da Saúde e o objetivo da oficina é entender e criar os instrumentos necessários para o adequado funcionamento dos serviços de atenção à pessoa com deficiência. “A SES criou complexos reguladores com profissionais da saúde, da educação e da assistência social e esses complexos são responsáveis pela regulação assistencial, monitoramento, acompanhamento da assistência prestada pelos serviços que compõem a rede de cuidado à pessoa com deficiência. São eles que vão zelar pelo bom funcionamento da rede de cuidados”, explicou.

Durante a qualificação, os profissionais receberam informações sobre o funcionamento da Rede; Triagem auditiva neonatal; Programa de Intervenção Precoce Avançada; Saúde auditiva, entre outros.

A Diretora de Educação Especial, Ana Regina de Carvalho, apresentou as experiências do trabalho de inclusão educacional das pessoas com deficiência e avaliou positivamente a oportunidade de interdisciplinaridade ofertada pela oficina.  “É muito importante essa possibilidade dos educadores contarem com o apoio dos profissionais de saúde, na perspectiva dos encaminhamentos serem feitos de forma mais direcionada, com um sistema mais constituído. As crianças e os adolescentes estão nas escolas e as famílias se sentem também mais protegidas. É essa perspectiva da rede de apoio e da intersetorialidade que toda proposta de inclusão demanda”, avaliou.

Para todas as pontas de atendimento foram apresentadas suas características, avanços e principais desafios. Os participantes se reuniram em grupos e apresentaram suas observações, dúvidas e propostas para a integralidade da rede. 

Atualmente o estado conta com mais de 150 juntas reguladoras e os profissionais que participaram da capacitação serão multiplicadores em suas regionais de trabalho.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.