quarta-feira, 30 de Outubro de 2013 12:28h

Operação Divisas Seguras aborda mais de 13 mil pessoas em 132 pontos de Minas

O objetivo foi fazer um cerco à entrada de drogas, armas, explosivos veículos roubados e outros materiais ilícitos e irregulares no Estado

Mais de 13 mil pessoas e quase 10 mil veículos foram abordados na tarde da última terça-feira (29) durante a Operação Divisas Seguras, que fiscalizou 132 pontos de 107 municípios em todas as 18 Regiões Integradas de Segurança Pública (RISPs) que compõe Minas Gerais. O objetivo foi fazer um cerco à entrada de drogas, armas, explosivos veículos roubados e outros materiais ilícitos e irregulares em Minas. Ao todo, 29 pessoas foram presas e 165 veículos apreendidos. O número de autos de infração de trânsito lavrados chegou a 827. Ficaram retidos 24 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) e 13 carteiras de habilitação (CNH).

Ainda foram apreendidos 287,8 quilos de carne sem procedência e armazenada de forma inadequada, 19 pássaros, dez gaiolas, 11 redes de pesca, uma tarrafa, duas motosserras, uma espingarda de pressão e uma arma de fogo, além de 25,1 gramas de crack e um tablete, 13 buchas e 189 gramas de maconha.

A operação ocorreu pela sétima vez, por meio de um trabalho integrado entre a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), as polícias Militar e Civil de Minas Gerais, o Corpo de Bombeiros Militar, a Receita Estadual, a Receita Federal, o Ministério Público, a Polícia Rodoviária Federal e os Estados de São Paulo e Goiás.

Participaram da ação cerca de 1,2 mil agentes, entre policias civis, militares e rodoviários federais e fiscais das Receitas Estadual e Federal. Mais de 500 viaturas foram utilizadas. O secretário de Estado de Defesa Social, Rômulo Ferraz, afirmou que haverá um reforço no efetivo, com uma intensificação das fiscalizações ainda no final deste ano. “Além das abordagens de caráter preventivo, a operação ainda está desenvolvendo, por meio de uma equipe especializada, o trabalho de inteligência, com a identificação de alvos e a realização de prisões”, completou.

Balanço

Desde março, quando começou, a Operação Divisas Seguras já apreendeu mais de uma tonelada de maconha, 169 pedras de crack, 300 quilos de explosivos, 16 armas de fogo, 163 munições, 1.071 pares de calçados, oito mil telhas, 860 estacas de eucalipto, uma tonelada de queijo, 289 produtos eletrônicos diversos, mais de duas mil mídias de CD e DVD, entre outros materiais. Ao todo, aproximadamente, 70 mil pessoas e 50 mil veículos foram abordados. As prisões chegaram a quase 300.

Expansão

A Operação Divisas Seguras também passará a contar com a participação da Bahia e do Espírito Santo, além de Goiás e São Paulo, que já integram o grupo desde julho deste ano. A adesão foi acordada na última terça-feira (29), em Belo Horizonte, durante uma reunião dos quatro Estados com a cúpula do sistema de Defesa Social de Minas e forças federais.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.