sexta-feira, 28 de Fevereiro de 2014 05:06h Luiz Felipe Enes

Operação “Divisas Seguras” apreende grande quantidade de drogas no Estado

A ação resultou na apreensão de 47 quilos de cocaína e 48 pessoas presas.

A operação “Divisas Seguras”, realizada entre terça-feira (25) e a madrugada de quarta (26), pelas polícias Civil, Militar, Rodoviária, Corpo de Bombeiros, Receita Federal, Estadual e também pelo Ministério Público terminou com a prisão de 48 pessoas, 94 veículos apreendidos e mais de 47 quilos de cocaína encontradas.
Vários pontos estratégicos e algumas rodovias que cortam o estado foram utilizados para o início das operações. Em Minas Gerais, cerca de 6600 veículos e 8839 pessoas foram abordadas. Grande quantidade de drogas também foi apreendida. Cerca de nove quilos de crack, nove buchas e tabletes de maconha, mais 54 porções de cocaína foram localizados.
Durante a operação que contou com a participação das Receitas Federal e Estadual, produtos sem a origem comprovada foram recolhidos. A apreensão teve início com mais de 2,4 toneladas de pescado, mil relógios de parede sem a procedência comprovada, três aparelhos celulares e mais cinco pássaros silvestres.
Ao todo, 19 motoristas que estavam em situação irregular tiveram a carteira de habilitação recolhidas. Seis condutores ficaram sem o documento de licenciamento de veículo, recolhidos por infrações. De acordo com a Sedes (Secretaria de Estado de Defesa Social), o objetivo da operação é impedir a entrada de veículos roubados, explosivos, armas, drogas e outros materiais ilícitos em todas as regiões de Minas Gerais. A participação da população em denúncias é indispensável.

 

CANAL DE COMUNICAÇÃO
Para que a população possa atuar junto aos órgãos de segurança, colaborando para a diminuição da criminalidade, existe o Disque Denúncia – 181. Desde sua criação, em 2007, o Disque Denúncia registrou mais de 420 mil ligações de pessoas interessadas em colaborar com a segurança. Segundo a Sedes, somente no passado, mais de 94 mil denúncias foram recebidas por meio do canal. Desse número, 60% estão associados à denúncia de tráfico de drogas.

 

DENUNCIANDO
Ao discar 181, o denunciante recebe um número de protocolo para acompanhar os resultados da investigação. Uma equipe composta por Militares do Corpo de Bombeiros, PM e Polícia Civil analisa cada denúncia e por meio dela uma análise é feita e se necessário, o caso é investigado. O cidadão, com o número de protocolo pode retornar a ligação para acompanhar o caso e saber se a situação foi resolvida.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.