segunda-feira, 7 de Abril de 2014 09:41h

Óperas de grandes compositores abrem temporada 2014 da série Concertos no Parque

Sob a regência do Maestro Convidado, Silvio Viegas, apresentação resgata clássicos do repertório sacro e operístico.

A Orquestra Sinfônica e o Coral Lírico de Minas Gerais recebem o regente titular da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Sílvio Viegas, para a abertura da temporada 2014 da série Concertos no Parque, no dia 13 de abril. O concerto é voltado, principalmente, para a música coral e mescla trechos de óperas de grandes compositores, como Bizet e Carlos Gomes, e peças que marcaram época no repertório sacro, como os trabalhos de Mozart e Rossini. O programa conta, ainda, com composições dos russos Tchaikovsky e Borodin.

A presidente da Fundação Clóvis Salgado, Fernanda Machado, ressalta a importância dessa iniciativa que atende às diretrizes da FCS para a democratização da arte e da cultura. “Essa iniciativa é uma das mais efetivas que temos para a promoção do acesso à arte e à cultura. No ano passado, por exemplo, foram realizadas 11 apresentações que atraíram mais de 26 mil pessoas. Por isso, na abertura da temporada, apostamos em um repertório variado”, aponta.

As obras interpretadas pelos corpos artísticos da Fundação Clóvis Salgado fazem um recorte das características mais marcantes de cada uma das óperas. Em Carmen, do francês Georges Bizet, o público vai ouvir a famosa abertura e o Ato IV, com o coro de início da tourada. A ópera inseriu elementos exóticos da Espanha a uma arte que estava ligada principalmente à Itália e à Áustria.

O repertório sacro ganha destaque com as peças Ave Verum Corpus, do austríaco Wolfgang Amadeus Mozart, e Amem do Stabat Mater, do italiano Gioacchino Rossini. A polifonia é uma das principais marcas da obra de Mozart, que reúne pequenos coros interpretando diferentes trechos da peça, composta para as comemorações de Corpus Christi. Já em Rossini, a fuga a quatro vozes revela o talento do italiano para a composição sacra.

História brasileira e tradições russas

A mais conhecida das óperas brasileiras, O Guarani, de Antônio Carlos Gomes, integra o programa da série. O maestro titular da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, Marcelo Ramos, aponta que a ópera, composta no século XIX, em Milão, na Itália, é inspirada no romance homônimo do escritor José de Alencar e transcorre no Brasil de 1560. “Amor, massacre de índios e colonização brasileira ditam o enredo da ópera”, explica. Alvorada, da ópera O Escravo, também de autoria de Carlos Gomes, faz parte deste momento do concerto, e narra o amanhecer na baía de Guanabara.

De volta à Europa, Pyotr Tchaikovsky e Aleksandr Borodin representam o eixo de descentralização da ópera no velho continente. Segundo Marcelo Ramos, “as peças Valsa de Eugene Oneguin e Danças Polovitsianas do Príncipe Igor, além de serem dois exemplos do Romantismo Europeu, representam o resgate folclórico e cultural promovido por alguns compositores russos do século XIX”, destaca.

Intercâmbio musical

A primeira edição da série Concertos no Parque conta com a regência do maestro convidado, Sílvio Viegas. Para Marcelo Ramos, essa iniciativa promove a troca de experiências musicais, que é de extrema importância para a Orquestra e o Coral Lírico. “Além de ser uma forma diferente de intercâmbio de ideias artísticas, a vinda do maestro Sílvio Viegas traz outro timbre de voz nos ensaios, outra forma de ensaiar, outras visões do equilíbrio da orquestra. Enfim, uma experiência sempre enriquecedora”, diz.

O maestro Sílvio Viegas, que não regia um concerto em Belo Horizonte desde 2012, explica que voltar à capital mineira é um grande desafio e, ao mesmo tempo, uma enorme satisfação. “Eu tenho uma história muito bonita com os corpos artísticos da Fundação Clóvis Salgado. Essa relação de trabalho e amizade é muito inerente e, a cada novo convite, existe uma motivação maior”, ressalta.

 

Serviço:

Série Concertos no Parque

Data: 13 de abril

Horário: 10h

Local: Parque Municipal Américo Renné Giannetti

Classificação: Livre

Entrada gratuita

Informações: (31) 3236-7400

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.