quinta-feira, 8 de Janeiro de 2015 11:44h Atualizado em 8 de Janeiro de 2015 às 11:46h.

Parque Estadual do Ibitipoca é um dos mais procurados por turistas e pesquisadores em Minas

Em 2014, o Guia Quatro Rodas apontou a unidade de conservação como um dos 50 melhores destinos de ecoturismo do Brasil. Local está na rota dos amantes da natureza

O Parque Estadual do Ibitipoca mantém-se como um dos mais procurados de Minas. Em 2014, o número de visitantes foi de 71.210, o que representa um crescimento de 16% em comparação a 2013, quando 61.241 pessoas visitaram a unidade de conservação.

O local é destino para amantes da natureza de todo o mundo e possui completa infraestrutura para receber os turistas. A unidade de conservação possui portaria, estacionamento, área de camping, restaurante, centros de visitantes e alojamentos destinados a pesquisadores e funcionários.

O trabalho foi reconhecido em 2013 pelo site de viagens Trip Advisor que elegeu o Ibitipoca como o terceiro melhor parque da América do Sul. Em 2014, o Guia Quatro Rodas apontou o parque como um dos 50 melhores destinos de ecoturismo do Brasil.

Pesquisas

O interesse que Ibitipoca desperta nos turistas provém da riqueza da biodiversidade encontrada em seus 1.488 hectares. Localizado na Serra do Ibitipoca, uma ramificação da Serra da Mantiqueira, o parque é divisor das águas das bacias dos rios Grande e Paraíba do Sul e possui uma vegetação formada por mata atlântica, pelos campos rupestres com afloramentos rochosos e matas ciliares ao longo dos cursos d'água.

A Ponte de Pedra, a Janela do Céu, a Gruta dos Três Arcos e o Pico do Pião são alguns dos atrativos de Ibitipoca, que abriga ainda mirantes, grutas, praias, piscina natural, picos e as belas cachoeiras.

A fauna é rica, com a presença de espécies ameaçadas de extinção como a onça parda, o lobo guará e o primata guigó. Diversas espécies da flora são encontradas na unidade de conservação como orquídeas e bromélias.

Os ecossistemas existentes no parque são objeto de estudos constantes de universidades e organizações que trabalham com a conservação da biodiversidade. Atualmente, 33 pesquisas estão em curso na unidade.

Região

O parque é uma das referências na região, servindo como ponto de ligação entre comunidades, turistas e as diversas organizações locais. O Conselho Consultivo da unidade de conservação reúne representantes de todos esses segmentos.

Outras atividades desenvolvidas na unidade de conservação e no seu entorno reforçam a importância das comunidades locais para a preservação do parque. Em 2014, atividades de campo, cursos e palestras envolveram 5.916 pessoas.

Para quem ainda não conhece as belezas do Parque Estadual do Ibitipoca, a unidade de conservação está localizadas na Zona da Mata, no município de Lima Duarte. Mais informações podem ser obtidas pelo email: peibitipoca@meioambiente.mg.gov.br ou pelo telefone (32) 3281-1101.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.