quarta-feira, 2 de Novembro de 2011 16:32h Atualizado em 2 de Novembro de 2011 às 16:37h. Paulo Reis

Polícia de Meio Ambiente descobre casal em situação de trabalho escravo

Policiais ambientais de Pará de Minas estiveram em uma fazenda na última semana por meio de uma denúncia de desmatamento. A grande área da propriedade se divide por três municípios da região, Maravilhas, Pequi e Onça de Pitangui. A área foi percorrida e os policiais confirmaram que no local ocorria o desmatamento ilegal, mas foi a situação de miséria do caseiro e de sua esposa, que chamou a atenção dos policiais.


Segundo a equipe ambiental, o casal morava em um barracão de apenas cinco metros de comprimento por dois metros de largura e com péssimas condições de conservação.


Além disso, foi encontrada muita sujeira no imóvel que não possui banheiro ou fossa.


Os alimentos estavam pendurados no interior do barracão e repleto de bichos. A água que o casal usava para lavar roupas, fazer comida e beber era retirada de um córrego que passa próximo ao barracão, onde foram achados pelo menos cinco bois mortos.


Para completar as irregularidades, o caseiro não possuía a carteira de trabalho assinada. Os policiais retiraram o casal da fazenda e redigiram um boletim de ocorrência, que será enviado para o Ministério Público Estadual e ao Ministério do Trabalho, o documento ainda será acompanhado por fotos.


O dono da fazenda não foi encontrado pelos policiais

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.