quinta-feira, 16 de Agosto de 2012 15:13h Gazeta do Oeste

Policiais federais se unem a mobilização nacional e intensificam ações em Confins

 Os agentes da Polícia Federal em Minas se unem a um protesto nacional da categoria e podem provocar atrasos no Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, a partir das 14h desta quinta-feira. 

Segundo o presidente do Sindicato dos Policiais Federais em Minas (SINPEF-MG), Renato Deslandes, a Federação Nacional dos Policiais Federais batizou a iniciativa de "Operação Blackout". “É um movimento de força total e nacional. Os principais aeroportos do país sentirão os efeitos. É uma operação-padrão junto com a panfletagem. O recado que temos dado é para que as pessoas cheguem mais cedo”, explica Deslandes.

Serão intensificadas as fiscalizações nos embarques nacionais e internacionais, inclusive com cães farejadores, conferência de documentos e bagagem, além do uso de aparelhos detectores. Nesta manhã, policiais federais estão reunidos na sede do sindicato, em Belo Horizonte, definindo as ações.

A "Operação Blackout" vai acontecer também em aeroportos, portos e postos de fronteira em outras capitais como São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Ainda de acordo com Renato Deslandes, a Federação Nacional esperava ouvir uma proposta do governo nessa quarta-feira, mas o Ministério do Planejamento informou que o governo ainda não concluiu uma contraposta e adiou definições para a próxima terça-feira, dia 21.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.