sábado, 11 de Julho de 2015 06:42h

População do Vale do Aço já apresenta demandas após instalação do Fórum Regional de Governo

Segunda etapa de debates está marcada para 1º de agosto e incluirá, entre outros temas, habitação, obras, educação e assistência social

No segundo momento do encontro de instalação do Fórum Regional de Governo Vale do Aço, na tarde desta quarta-feira (8/7), em Ipatinga, após a participação do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, os participantes já puderam discutir e propor algumas políticas de governo para a região. Entre os pontos citados pela população estão políticas de assistência social e habitação, a criação de universidades públicas e as obras de duplicação da BR-381, além de melhoria nas condições dos presídios.
Com auditório cheio, mais de 300 pessoas acompanharam o debate, representando os 33 municípios que agora fazem parte do Território de Desenvolvimento Vale do Aço, que conta com três microterritórios: Ipatinga, Caratinga e Coronel Fabriciano.
Integrante do Conselho da Juventude de Ipatinga, André Almeida, 27 anos, participou da discussão e tirou dúvidas sobre o trabalho dos fóruns. Segundo ele, sua participação nas próximas etapas será focada no debate da cultura para estudantes. “A participação tem de ser mais estimulada entre as pessoas. Minha intenção é participar dos próximos encontros, e colocar a possibilidade de haver mais incentivos na área da cultura, possibilitando mais envolvimento dos jovens nessa questão. Quanto maior o acesso à cultura, melhor”, pontuou.
Após a abertura dos trabalhos na parte da manhã, secretários de Estado, entre eles o de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania, Nilmário Miranda, e o coordenador dos fóruns regionais, Fernando Tadeu David, explicaram o funcionamento dos debates e levantamento de propostas a partir de agora. Um novo encontro foi agendado para 1º de agosto, também em Ipatinga, quando os representantes do Território de Desenvolvimento do Vale do Aço serão eleitos e os formulários para identificação dos problemas e demandas já serão entregues preenchidos pela população.

Carteira de investimentos
Não só para orientar a elaboração do Plano Plurianual de Ações Governamentais (PPAG) e do Plano Mineiro de Desenvolvimento Integrado (PMDI) servirão os Fóruns. A partir de 2016, será criado um Plano de Desenvolvimento Territorial Integrado (PDTI), que contará com uma carteira de investimentos a serem feitos pelo governo do Estado em todos os 17 Territórios de Desenvolvimento do Estado. Nele, será pactuado o que é necessário para o desenvolvimento social e econômico de cada região, facilitando assim um mapeamento das necessidades de Minas Gerais e também prevendo orçamentos para as áreas demandadas.
No próximo encontro, em 1º de agosto, também serão definidos os cinco focos levantados pelo Vale do Aço como as principais melhorias. Os debates serão conduzidos pelos grupos de trabalho. Ainda haverá a participação de representantes da Comissão de Participação Popular da Assembleia Legislativa de Minas para garantir que as definições estarão no PPAG.

Instalações
A região do Vale do Aço é a quinta onde foi instalado o Fórum Regional de Governo. Outros eventos ainda ocorrerão nos outros 12 territórios nos próximos meses. Todos esses grupos de trabalho serão articulados de forma a envolver representantes do governo do Estado, de órgãos federais de expressão regional, prefeitos, vereadores, entidades empresariais e sindicais e representações do poder legislativo estadual e federal. Representantes da sociedade civil serão maioria nos colegiados executivos.
A agenda de todos os Fóruns está disponível no site www.forunsregionais.mg.gov.br. O usuário deverá informar o nome de sua cidade e assim ter acesso às informações sobre os Fóruns de seu território.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.