sábado, 27 de Outubro de 2012 05:04h Gazeta do Oeste

Por raio laser, Cruzeiro pode perder mais mandos de campo no Brasileirão

Não bastasse jogar seis partidas longe de seus domínios por punição de perda de mando de campo neste Brasileiro, o Cruzeiro pode perder mais mandos nos próximos dias. Na partida contra o Internacional, no estádio Melão, em Varginha, pela 27ª rodada, o árbitro Paulo César de Oliveira relatou na súmula que, aos 41 minutos do primeiro tempo, um torcedor cruzeirense apontou um raio laser na direção da marca de pênalti da área do próprio Cruzeiro.

O clube foi denunciado no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). O caso está na pauta da Terceira Comissão Disciplinar, que será no dia 31 de outubro, quarta-feira, às 17h, mas o edital de citação e intimação ainda não foi publicado no site da CBF.

A Procuradoria enquadrou o clube celeste no artigo 213, “deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir desordens em sua praça de desporto”, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). A pena é de multa entre R$ 100 e R$ 100 mil e perda de até 10 mandos de campo.

Porém, o jogo contra o Santos, em 3 de novembro, ocorrerá no Independência, independentemente do resultado do julgamento. Se for punido, o Cruzeiro pode perder os mandos contra o Bahia, em 11 de novembro e Coritiba, em 25 do mesmo mês, além de possíveis partidas do início do próximo Brasileirão.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.