terça-feira, 6 de Dezembro de 2011 11:27h Flaviane Oliveira

Prefeitos do Centro-Oeste se reúnem para traçar diretrizes na busca de melhorias na área da saúde

A partir de agora serão realizados estudos que irão possibilitar o cadastramento de 30 leitos de UTI destinados à macrorregião sanitária oeste. Para o prefeito Vladimir houve decréscimo de leitos na última década

Prefeitos de 20 cidades da região Centro-Oeste estiveram reunidos juntamente com secretário de Estado de Saúde, Antônio Jorge de Souza Marques no final da última semana. Também participaram da reunião secretários municipais de saúde e outros gestores locais, com apoio da Associação Mineira de Municípios (AMM).


A partir de agora serão realizados estudos que irão tornar possível o cadastramento de 30 leitos de UTI destinados à macrorregião sanitária oeste. Serão avaliados ainda os indicadores definidos por meio de contrato junto aos prestadores da região como forma de aprimorar os serviços oferecidos e a melhoria do acesso às urgências e emergências da região em questão.
Em nota divulgada pela Agência Minas, o presidente da Regional Divinópolis do Colegiado de Secretários Municipais de Saúde de Minas Gerais (Cosems) e secretário municipal de saúde de Luz, José Márcio Zanardi, destaca que o processo de melhoria da saúde na região é de longo prazo, mas que há situações que não podem esperar.


Para o prefeito Vladimir Azevedo a reunião foi muito importante por meio de uma iniciativa da AMM, Divinópolis e a região Centro-Oeste. Vladimir falou ainda da atual situação da saúde na região e as ferramentas para melhorar os atendimentos e a oferta de serviços no município, “Nós tivemos um decréscimo de leitos na última década e estamos lutando para recuperar esses leitos. A solução estrutural que vai minimizar e muito esse problema é a inauguração do hospital público. Porém até lá temos soluções que necessitam ser trazidas rápido à tona, por exemplo temos 30 leitos já prontos para operar em Lagoa da Prata, temos leitos em Oliveira que estão prontos para operar em pouco tempo. Fora isso  nós temos R$ 2 milhões dependendo apenas do São João de Deus terminar o projeto arquitetônico para ampliação de mais 30 leitos e R$ 3 milhões disponibilizados para a compra de equipamentos” ressaltou o prefeito.

 

 

PARCERIAS


Durante a reunião, o presidente da AMM e prefeito de São Gonçalo do Pará, Ângelo Roncalli, destacou que o encontro é resultado do trabalho realizado pelo Governo de Minas em parceria com os municípios. Para Ângelo, esta é uma das formas de trabalhar políticas públicas de saúde mais eficazes, “Vamos buscar as soluções de forma conjunta. Nossa situação é preocupante em alguns aspectos e por isso produzimos um documento, a Carta de Divinópolis, que detalha nossas reivindicações. Temos convicção que junto ao governo, por meio da SES, conseguiremos dar a resposta que o Centro-Oeste precisa” disse o presidente em entrevista à Agência Minas.


Para o secretário Estadual de Saúde, reuniões como a do último dia 02 são muito produtivas e possibilitam maior entendimento e trabalho em conjunto dos municípios junto ao governo mineiro. Com isso, uma nova reunião poderá ser realizada ainda na primeira quinzena de janeiro para avaliar o que já foi realizado e dar continuidade ao trabalho de melhoria proposto.
Em entrevista o deputado federal Domingos Sávio, fez uma avaliação positiva da reunião e ressaltou as dificuldades encontradas na região, “Com o empenho do Governo de Minas e da Saúde Estadual acredito que poderemos reverter algumas dificuldades que, atualmente, se apresentam na região. Sem dúvida, o credenciamento de novos leitos de UTI já se configura como grande passo nesse sentido” ressaltou
 

prefeitos, centro, oeste, reunem, tracar, diretrizes, busca, melhorias, area, saude

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.