terça-feira, 12 de Abril de 2016 13:15h Agência Minas

Presídio de Pouso Alegre amplia vaga de trabalho em parceria com indústria

Novo galpão construído no estabelecimento prisional vai abrigar mais 20 detentas para o trabalho

O Presídio de Pouso Alegre, na região Sul de Minas, conta com mais 20 detentas trabalhando na montagem diária de 6,3 mil tampas de pressão para garrafas térmicas num novo galpão de 300 metros quadrados construído no estabelecimento prisional. A parceria é feita com a empresa Invicta, que fabrica garrafas e outros vasilhames térmicos.

Rosana Rodrigues da Silva, de 25 anos de idade, é uma das presas selecionadas para a nova linha de produção da empresa. Ela diz que ficou surpresa com a oportunidade de trabalhar. “Pensava que ficaria apenas no ócio entediante da cela. Não esperava ter chance de trabalho no cárcere”, afirma Rosana.

 

 

 

Desde abril de 2015, a multinacional emprega 20 detentos em outro galpão de 200 metros quadrados no presídio. Eles montam 11,8 mil peças diariamente. São rolhas, bases para galões, kits de potes, kits de válvulas e kits de foles.

O diretor-geral do Presídio de Pouso Alegre, Sergio Morais, diz que o investimento da Invicta é o carro-chefe de uma série de ações da unidade para qualificar detentos para o trabalho. Morais observa que a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) aposta nessa estratégia para reduzir os índices de reincidência no crime e consequente reentrada no sistema prisional.

 

 

 

O gerente local de Recursos Humanos da Invicta, Van Der Laam Oliveira, disse que a decisão de ampliar a parceria com o Presídio de Pouso Alegre não foi tomada apenas como medida de responsabilidade social.

“A avaliação dos resultados da primeira linha de montagem dentro da unidade foi muito positiva, superou nossas expectativas. Esperamos ampliar ainda mais, pretendemos iniciar a montagem completa das garrafas. Isso demandará um aumento de 25% no número de pessoas trabalhando nesse projeto”, conta o gerente.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.