terça-feira, 24 de Maio de 2016 10:32h Atualizado em 24 de Maio de 2016 às 10:43h. Emater-MG

Pró-Genética realiza a primeira feira na Capital, no Parque da Gameleira, durante a 56ª Exposição Estadual Agropecuária

Emater-MG mobiliza e dá assistência aos produtores interessados

Pela primeira vez em Belo Horizonte, grandes, médios e pequenos pecuaristas, interessados em renovar e dar qualidade a seus rebanhos bovinos, terão a oportunidade de fechar negócios na 1ª Feira Pró-Genética e Pró-Fêmeas. A feira vai acontecer na Capital mineira, no dia 03 de junho, no Parque da Gameleira, de 8 às 18 horas. O evento, que faz parte da 56ª Exposição Estadual Agropecuária, vai ofertar para a venda, cerca de 40 touros em idade de reprodução e 30 fêmeas jovens e adultas, também em idade de reprodução.

Segundo o coordenador técnico estadual de Bovinocultura, da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG), José Alberto de Ávila, a feira vai funcionar como uma vitrine das ações do Programa de Melhoria da Qualidade Genética do Rebanho Bovino de Minas Gerais (Pró-Genética). “O Programa disponibiliza para venda animais que têm a chancela de qualidade de criadores especializados como a Associação dos Criadores de Girolando e a Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ)”, explica Ávila.

 

 



De acordo com o coordenador, além da mobilização, a Emater-MG estará pronta para dar assistência aos produtores interessados em adquirir os animais que estarão à venda, inclusive auxiliando na escolha deles, durante a feira. Para Ávila, esta é uma excelente chance de o produtor melhorar ou renovar o seu rebanho com segurança e qualidade. “São animais com registro de genealógico, livres de doenças como brucelose e tuberculose, além de outros requisitos garantidos pelo Pró-Genética”, argumenta.

O Pró-Genética é um programa criado pela Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa) em 2006, em parceria com a Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ). O objetivo é melhorar a qualidade genética do rebanho bovino e fortalecer as cadeias produtivas de carne e leite. A aquisição dos animais pode ser feita nas feiras e leilões, organizadas por associações de criadores de bovinos de genéticas melhoradas, com o apoio da Seapa, por meio da Emater-MG, Epamig, IMA, além de agentes financiadores, prefeituras, sindicatos e cooperativas.

 

 



Na feira que vai acontecer em Belo Horizonte, os compradores poderão adquirir touros e matrizes das raças zebuínas, girolando e senepol, garantidos pelas associações de criadores e com teste negativo de brucelose e tuberculose. Os operadores de crédito serão Crediminas e Banco do Brasil. Os organizadores defendem que o melhoramento genético é o investimento certo para obter os melhores resultados com o rebanho.

Segundo José Alberto Ávila, o produtor que desejar saber um pouco mais do Pró-Genetica e Pró-Fêmeas, pode participar do seminário que vai acontecer antes da feira, no dia 01 de junho, de 14h às 17h, no auditório da Associação Brasileira dos Criadores de Cavalo Mangalarga Marchador, no Parque da Gameleira. A chegada dos animais acontecerá no dia 02 de junho.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.