quinta-feira, 9 de Junho de 2016 16:33h Emater-MG

Produção de mandioca é comemorada com festa em Almenara

Entre os dias 10 e 12 será realizada a 15ª Festa da Mandioca. Emater-MG presta assistência técnica aos agricultores familiares do município

A tradição em produzir mandioca será celebrada por três dias em Almenara, no Vale do Jequitinhonha. Entre os dias 10 e 12 de junho, será realizada a 15ª Festa da Mandioca, no Parque de Exposições da cidade. O evento é organizado pela Emater-MG, em parceria com o Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Almenara. A abertura oficial será nesta sexta-feira, 10, às 20h30, com a presença do presidente da Emater-MG, Glenio Martins.

“A mandioca é uma das principais fontes de renda dos agricultores familiares de Almenara, ao lado da pecuária. É cultivada pela resistência climática, já que a região é caracterizada pela estiagem e escassez de chuvas. Nosso objetivo, com a festa, é divulgar cada vez mais a cultura da mandioca no município e, assim, também fortalecer a agricultura familiar”, destaca a extensionista da Emater-MG, Milene Oliveira Ângelo.

A programação da 15ª Festa da Mandioca possui shows, concurso da Raiz Mandioca (que avalia qualidade e formação da raiz), exposição e comercialização do artesanato local, barraquinhas de comidas típicas e parque de diversões. Em área reservada para a agricultura familiar, cerca de 120 produtores vão expor e comercializar seus produtos. A expectativa é receber aproximadamente 10 mil visitantes durante os três dias de evento.

 

 

 

Importante cultura para o município

Dados da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais apontam que, em 2015, Almenara registrou uma produção de 8 mil toneladas, em uma área total de 890 hectares.

A Emater-MG presta assistência técnica a aproximadamente 1.300 agricultores familiares por ano no município. Segundo a extensionista, quase todos agricultores trabalham com a produção da mandioca. “Seja como produção principal ou com pequenas hortas, quase todos produtores atendidos trabalham com a raiz. A cultura é muito importante para região porque além de base de alimentação, também é o sustento de milhares de famílias distribuídas em diversas comunidades rurais da região”, ressalta Milene.

Além de prestar assistência técnica, a Emater-MG acompanha todo processo de produção e  auxilia na comercialização, através de mercados institucionais como o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). A Empresa ainda atua diretamente com cinco agroindústrias coletivas de processamento de mandioca que fabricam farinha e polvilho.

 

 

 

Produção

Cultivada principalmente por pequenos agricultores, em 2015 a cultura da mandioca ocupou uma área de 57 mil hectares em Minas Gerais, com produção de aproximadamente 842 mil toneladas. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), a estimativa de produção em 2016 é de 860 mil toneladas. As principais regiões produtoras do Estado são o Norte e os Vales do Jequitinhonha e Mucuri, que concentram 40,5% da produção mineira.

O Brasil é o segundo maior produtor da raiz em todo mundo. Ainda de acordo IBGE, em 2015, a área plantada no país foi de 1,5 milhão de hectares, com uma produção de 27,2 milhões de toneladas. Para 2016, a previsão é de uma safra de 22,4 milhões de toneladas. Os estados do Pará e Paraná são os maiores produtores do país. Minas Gerais ocupa a 9ª posição.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.