sexta-feira, 7 de Agosto de 2015 14:19h

Programa Certifica Minas Café marca presença em todo o país

Selo de Qualidade oferecido pelo Governo mineiro estará presente em três importantes concursos de qualidade do produto este ano

O Certifica Minas Café, Programa de Certificação de Propriedades Cafeeiras do Governo de Minas, marca presença em três importantes concursos de qualidade de café em 2015.
O 12º Concurso Nacional ABIC de Qualidade do Café, que será realizado neste ano, traz duas novidades: além da nota atribuída a cada café por provadores profissionais (analistas sensoriais) serão agregados dois novos critérios para ponderação na nota final. Serão consideradas as notas dadas por consumidores (não profissionais) em provas de degustação de café e as notas obtidas em critérios de sustentabilidade ambiental e social do processo produtivo.

Segundo o secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), João Cruz, esses dois critérios terão um peso no cômputo final da nota que definirá os ganhadores. “Para obter a nota total no quesito sustentabilidade, os cafeicultores deverão apresentar o certificado emitido por um programa de certificação reconhecido, dentre os quais estará o selo de qualidade emitido pelo Certifica Minas Café. Esses dois critérios terão um peso no cômputo final da nota que definirá os ganhadores”, afirma.

Já a Nestlé realizará seu I Concurso Dolce Gusto, cujos ganhadores serão os fornecedores do produto para uma edição de cafés alusiva à Olimpíada no Brasil em 2016. Eles serão comercializados em cerca de 65 países que consomem o café em cápsulas. Nesse Concurso, como condição para participação também foi exigida a vinculação do cafeicultor com um processo de certificação de reconhecimento no mercado. Dentre as certificações internacionais consideradas está o Certifica Minas Café.

Concurso Estadual de Qualidade

O Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas, realizado pela Emater-MG, em sua 12ª edição anual, também estará valorizando a sustentabilidade ambiental e social do processo produtivo e premiará o melhor café, chamado “Destaque em Sustentabilidade”. O cafeicultor interessado em participar do concurso estadual pode procurar os escritórios da Emater-MG para fazer sua inscrição. A entrega das amostras deve ser feita até o dia 8 de setembro.

Os produtores podem concorrer com o café tipo arábica nas categorias Café Natural e Café Cereja Descascado. Ao fazer a inscrição, o agricultor deve entregar as amostras do café e apresentar a documentação exigida: ficha de inscrição, além do termo de conhecimento e concordância com o regulamento do concurso. A participação é isenta de taxas ou qualquer ônus para os participantes. Mais informações sobre o concurso pelo telefone (35) 3821-0020, pelo e-mail: uregi.lavras@emater.mg.gov.br

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.