quarta-feira, 7 de Maio de 2014 07:49h Atualizado em 7 de Maio de 2014 às 07:52h.

Programa Ver Minas contribui para que os mineiros possam enxergar melhor

Iniciativa do Governo de Minas, por meio da SES-MG, leva assistência oftalmológica clínica e cirúrgica para pessoas com mais de 50 anos.

Nesta quarta-feira (07/05), Dia do Oftalmologista, Minas Gerais tem muito o que comemorar: mais de 1.527 cirurgias de catarata, 44 cirurgias de pterígio, 3.412 consultas e 4.530 exames foram realizados, no Estado, nos últimos 6 meses, por meio do programa Ver Minas.

Lançado pelo Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), em novembro de 2013, o programa Ver Minas oferece assistência oftalmológica clínica e cirúrgica em Unidades Móveis para a população com idade acima de 50 anos. Até o momento, 113 municípios de Minas Gerais já foram contemplados e 52.632 cidadãos atendidos.

Segundo o superintendente de Redes de Atenção à Saúde, Marcílio Dias Magalhães, houve grande mobilização das equipes municipais de saúde para informar à população sobre a importância dos exames oftalmológicos permitindo grande adesão de usuários ao programa. “Estamos evitando que o cidadão tenha que se deslocar da sua cidade para realizar uma consulta oftalmológica ou uma cirurgia de catarata. O programa leva assistência onde estão as pessoas, realizando todos os exames e fazendo os procedimentos cirúrgicos com segurança e qualidade”, disse.

 

 

Serviços oferecidos

O Ver Minas é composto por dois caminhões: um equipado com consultório e sala para exames e o outro com uma sala cirúrgica. As unidades têm capacidade para realizar, por dia, cerca de 800 consultas, 3.200 exames e 250 cirurgias. Contam com médicos oftalmologistas e oferece até 30 procedimentos diferentes, entre eles, a correção cirúrgica do estrabismo, reconstituição parcial de pálpebra, implante secundário de lente intra-ocular e biomicroscopia de fundo de olho.

O programa atende às microrregiões de Saúde que não possuem prestador de serviços oftalmológicos e que não realizam cirurgias de catarata. Alguns municípios que, apesar de oferecerem os serviços, têm um grande volume de demanda por cirurgias de catarata, possuem Índices de Desenvolvimento Humano muito baixos, além de um número elevado de pessoas com mais de 50 anos, também podem ser beneficiados, mediante solicitação do gestor municipal de Saúde.

Com a iniciativa, o Governo de Minas busca diagnosticar e reduzir a prevalência da catarata e de outras doenças oculares na população mineira acima de 50 anos. A catarata é uma doença considerada como a maior causa de cegueira curável no mundo. E atualmente está relacionada a cerca de 48% dos casos de perda de visão.

Considerando-se que, em Minas, mais de 4 milhões de pessoas estão com idade acima de 50 anos, o programa vai beneficiar uma parcela significativa da população.

 

 

Próximas cidades

A próxima etapa do programa Ver Minas acontecerá na microrregião de Diamantina até o domingo (11/05) e contemplará os municípios de Alvorada de Minas, Carbonita, Coluna, Congonhas do Norte, Couto de Magalhães de Minas, Datas, Diamantina, Felício dos Santos, Gouvêa, Itamarandiba, Presidente Kubitschek, Santo Antônio do Itambé, São Gonçalo do Rio Preto, Senador Modestino Gonçalves e Serro.

 

Confira, a seguir, os municípios que já foram atendidos pelo programa:

Abaeté; Araçaí; Baldim; Biquinhas; Cachoeira da Prata; Caetanópolis; Capim Branco; Cedro do Abaeté; Cordisburgo; Fortuna de Minas; Funilândia; Inhaúma; Jequitibá; Maravilhas; Morada Nova de Minas; Paineiras; Papagaios; Paraopeba; Pequi; Pompéu; Prudente de Morais; Quartel Geral; Santana de Pirapama; Sete Lagoas; Berizal; Curral de Dentro; Fruta de Leite; Indaiabira; Montezuma; Ninheira; Novorizonte; Padre Carvalho; Rio Pardo de Minas; Rubelita; Salinas; Santa Cruz de Salinas; Santo Antônio do Retiro; São João do Paraíso; Taiobeiras; Vargem Grande do Rio Pardo; Bom Jesus do Galho; Caratinga; Entre Folhas; Imbé de Minas; Inhapim; Piedade de Caratinga; Santa Bárbara do Leste; Santa Rita de Minas; São Domingos das Dores; São Sebastião do Anta; Ubaporanga; Vargem Alegre; Vermelho Novo; Botumirim; Capitão Enéas; Cristália; Francisco Sá; Grão Mogol; Josenópolis; Antônio Dias; Coronel Fabriciano; Córrego Novo; Dionísio; Jaguaraçu; Marliéria Pingo-D'água; Timóteo; Açucena; Belo Oriente; Braúnas; Bugre; Dom Cavati; Iapu; Ipaba; Ipatinga; Joanésia; Mesquita; Naque; Periquito; Santana do Paraíso; São João do Oriente; Boa Esperança; Coqueiral; Ilicínea; Santana da Vargem; Campos Gerais; Alfredo Vasconcelos; Alto Rio Doce; Antônio Carlos; Barbacena; Capela Nova; Carandaí; Cipotânea; Desterro do Melo; Ibertioga; Paiva; Ressaquinha; Santa Bárbara do Tugúrio; Santa Rita de Ibitipoca; Santana do Garambéu; Senhora dos Remédios; Conselheiro Lafaiete; Brasilândia de Minas; João Pinheiro; Lagoa Grande; Araxá; Campos Altos; Ibiá; Pedrinópolis; Perdizes; Pratinha; Santa Juliana e Tapira.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.