quinta-feira, 2 de Outubro de 2014 06:25h

Projeto desenvolvido em Mateus Leme leva informações e orienta mulheres sobre o período da menopausa

Profissionais de várias áreas de saúde atuam juntos no tratamento preventivo e terapêutico para alívio dos sintomas mais comuns durante o climatério

Mulheres com idade entre 40 e 60 anos são o público-alvo do projeto “Maria, Maria”, desenvolvido pela Secretaria de Saúde de Mateus Leme para orientar e promover a interação entre profissionais de várias especialidades e pacientes que enfrentam o período de transição, fase em que o corpo sofre uma série de alterações hormonais provocadas pelo fim da idade fértil.  As mudanças afetam o equilíbrio emocional, reduz a quantidade de hormônios produzidos e agrava a falta de cálcio no organismo o que leva ao desenvolvimento de doenças como a osteoporose. Para ajudar as mulheres a atravessar essa fase, profissionais de várias especialidades se uniram para levar conhecimento e ajudá-las a se precaverem contra os sintomas comuns desta idade.

Durante os meses de outubro e novembro, quatro encontros vão discutir as principais queixas das mulheres e indicar as maneiras mais eficazes de combater os sintomas em cada especialidade médica. Por isso, uma equipe multidisciplinar formada por fisioterapeutas, nutricionistas e psicólogos vai acompanhar e propor tratamentos preventivos e terapêuticos para aliviar os sintomas mais comuns desta fase da vida feminina.

“Este é um período de novas mudanças que surpreendem as mulheres e que tem sido alvo de muitos mitos. Percebe-se não só mudanças corporais, mas também mudanças emocionais, que podem levar a alterações na qualidade de vida destas mulheres. Diante disto, a Secretaria de Saúde sensibilizou para a necessidade de criar um atendimento mais específico voltado a este tema”, afirmou a secretária adjunta de Saúde, Maria Emília Rocha.

Os encontros são promovidos na unidade de Fisioterapia de Mateus Leme, às sextas-feiras, das 08h às 10 horas. Em outubro, nos dias 10 e 24 e em novembro nos dias 14 e 28. “Estipulamos temas que serão trabalhados nos encontros, como os aspectos emocionais e psicológicos que afetam as mulheres, a importância de uma alimentação saudável e de exercícios físicos para prevenir as doenças mais comuns, como a osteoporose”, afirmou a fisioterapeuta Elisane Ribeiro Cosenza Barbosa. Ainda segundo ela, o grupo vai debater sobre hábitos de postura, problemas urinários e bucais, comuns de ocorrerem neste período. “Nosso objetivo é criar um espaço onde as mulheres coloquem suas dúvidas e ganhem orientações em todos os sentidos que envolvem o período, além de oferecer atendimento especializado para enfrentar o climatério, quando ocorre a transição do período reprodutivo para o não reprodutivo”, completou.
Apesar de o diagnóstico da menopausa variar de mulher para mulher, nas brasileiras a idade média para manifestação dos sintomas é aos 48 anos.

O primeiro encontro com o grupo do Projeto “Maria, Maria” reuniu 12 mulheres e foi realizado no última sexta-feira, dia 26 de setembro.

Serviço

2º Encontro: Discussão e debate dos aspectos emocionais – psicológicos; orientação postural e palestra com o tema “sexualidade e climatério”.
Dia 10 de outubro, a partir das 08 horas, no Centro de Fisioterapia, localizado na Rua Funcionários, 33, Cosenza.

3º Encontro: Discussão e debate das questões que afetam a saúde bucal e o sistema urinário; e  palestra com o tema “Exercícios físicos – necessidades e importância”, além de encontro com fisioterapeutas.
Dia 24 de outubro, a partir das 08 horas, no Centro de Fisioterapia, localizado na Rua Funcionários, 33, Cosenza.

4º Encontro: Discussão e debate das questões que envolvem a alimentação correta no climatério.
Dia 14 de novembro, a partir das 08 horas, no Centro de Fisioterapia, localizado na Rua Funcionários, 33, Cosenza.

5º Encontro: Discussão e debate das questões envolvem a qualidade de vida durante o climatério e tempo dedicado ao esclarecimento de dúvidas; encerramento
Dia 28 de novembro, a partir das 08 horas, no Centro de Fisioterapia, localizado na Rua Funcionários, 33, Cosenza.

Mais informações sobre o projeto podem ser obtidas no Centro de Fisioterapia. O telefone de contato é o 3535.4356.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.