quinta-feira, 18 de Dezembro de 2014 07:35h

Publicação de novas obras marca o aniversário de 122 anos da Imprensa Oficial

Em cerimônia nesta quarta-feira (17/12), o diretor-geral Eugênio Ferraz destacou que o órgão participa de um importante projeto de resgate cultural

Aconteceu na manhã desta quarta-feira (17/12), na sede da Imprensa Oficial de Minas Gerais (IOMG), a solenidade de lançamento dos livros “Suplemento Literário: Ilustrações Volume I”, “122 Sábados Passados”, a revista literária “Imprensa na Praça” e a reimpressão do livro “A Morte do Escoteiro Caio”, de Agripa Vasconcelos, originalmente publicado em 1951. Os lançamentos fazem parte das comemorações pelos 122 anos da Imprensa Oficial do Estado. O evento também contou com a abertura da exposição “Aleijadinho 200 anos: Tributo de Bracher”.

A cerimônia teve a presença de várias autoridades, como a secretária de Estado de Cultura, Eliane Parreiras, o secretário de Estado de Desenvolvimento do Norte e Nordeste, Raimundo Benoni, além de magistrados, escritores, jornalistas, ilustradores, entre vários outros. O quarteto de cordas da Polícia Militar de Minas Gerais fez a recepção aos convidados.

O Diretor-Geral da Imprensa Oficial, Eugênio Ferraz, lembrou, na ocasião, os projetos realizados pela autarquia nos últimos três anos, agradecendo aos colaboradores, parceiros e apoiadores da Imprensa Oficial. “Fomos partícipes de um grandioso projeto de resgate cultural da instituição nos últimos três anos. No entanto, isto ainda é pouco frente ao que ainda resta por fazer. Podemos relembrar a revitalização e iluminação das fachadas, a criação do Memorial da Imprensa, a Galeria de Arte, Sala de Multimeios, a Biblioteca Sustentável, a modernização e atualização do Parque Gráfico e o lançamento de inúmeras publicações, como estas que lançamos hoje, dentre tantas outras iniciativas”, destacou Ferraz.

A secretária Eliane Parreiras citou nomes importantes que contribuíram para o avanço cultural de Minas Gerais e da Imprensa Oficial. “A Imprensa Oficial recuperou, nos últimos anos, seu importante papel cultural, publicando importantes livros e sempre presente nas ações culturais do Estado”, observou.

Registro de preciosidades

O evento marcou o lançamento do livro “Suplemento Literário: Ilustrações Volume I”, que reúne imagens assinadas por importantes ilustradores do país. A obra é um acervo artístico, trazendo gravuras que ilustraram as páginas do Suplemento Literário do Jornal Minas Gerais desde sua criação, em 1966, pelo grandioso escritor Murilo Rubião.

Com mais de mil edições, o Suplemento Literário é uma das mais importantes publicações culturais do Brasil e é referência até nos dias de hoje. O livro traz artistas plásticos renomados, como Jarbas Juarez e Gilberto de Abreu, apresentando um novo ângulo para enxergar as páginas do caderno mensal do Minas Gerais.

Outra publicação lançada foi “122 sábados passados”, uma coleção de matérias publicadas na página oito do Jornal Minas Gerais aos sábados. Localizada na contracapa da publicação, a página oito é tida como uma área nobre do noticiário, geralmente de cunho histórico, cultural e de ações cidadãs. Ao todo, a obra reúne 122 matérias, publicadas da mesma forma que estamparam semanalmente o Minas Gerais, que fazem alusão ao aniversário da Imprensa Oficial e do Diário Oficial.

Fruto da parceria com o projeto Livro de Graça na Praça, a Revista “Imprensa na Praça”, também lançada pela IOMG, compila obras de escritores de todas as regiões do país, trazendo nomes consagrados, como o do poeta maranhense Ferreira Gullar, além de escritores inéditos, contando em anexo com claquete de Agripa Vasconcelos, originalmente publicado em 1951 e reimpresso em fac-símile pela IOMG.

O evento marcou também a abertura da exposição “200 Anos de Aleijadinho – Tributo de Bracher”, finalizando as comemorações dos 200 anos de morte do escultor barroco. A mostra é uma coletânea de obras do artista Carlos Bracher que originalmente foram expostas simultaneamente em Belo Horizonte, Ouro Preto e Congonhas no mês de novembro.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.