sexta-feira, 19 de Outubro de 2012 16:56h Gazeta do Oeste

Quase 80% dos municípios mineiros terão novos prefeitos

As eleições municipais de 2012 foram marcadas por uma grande renovação de prefeitos com relação ao cenário atual, conforme era previsto pela Associação Mineira de Municípios - AMM. Dos 853 municípios mineiros, quase 80% deles terão à frente da gestão 2013-2016 um novo gestor. Essa análise leva em consideração os dados levantados pela AMM junto aos atuais prefeitos e, também, os resultados finais das eleições coletados junto ao Tribunal Regional Eleitoral - TRE/MG.



De acordo com o levantamento, 46% dos atuais prefeitos, o que representa 392 municípios, não poderiam se candidatar à reeleição, visto que já se encontravam em seu segundo mandato. Portanto, 54% dos atuais prefeitos estavam aptos a disputar a reeleição, o que corresponde a 461 municípios.

 


Das cidades onde a reeleição era possível, 347 prefeitos tentaram um segundo mandato. Porem, diferente do que aconteceu em outras eleições apenas 171 conseguiram se reeleger. O número de prefeitos reeleitos representa 20% dos atuais 853 prefeitos em Minas e mostra uma grande renovação no quadro atual.



Segundo o Presidente da Associação Mineira de Municípios - AMM, Prefeito Ângelo Roncalli, "as eleições 2012 representaram uma grande mudança do cenário atual das prefeituras mineira, essa é uma oportunidade de surgirem novas ações e métodos que beneficiem os cidadãos mineiros, mas acima de tudo, representa a vontade dos cidadãos em mudanças".



Para fazer frente a essa grande renovação ocorrida, seja pela impossibilidade de reeleição do atual prefeito, mas, sobretudo pela vontade da população nas urnas, a AMM promove nos dias 21 e 22 de novembro, em Belo Horizonte, o 5° Congresso Mineiro de Prefeitos Eleitos. A iniciativa visa à orientação dos novos prefeitos sobre os desafios e as oportunidades para a próxima gestão.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.