sexta-feira, 12 de Dezembro de 2014 08:38h

Reajuste médio nos sacolões chega a 1,41% em dezembro

Mexerica passa a custar quase o dobro em relação a novembro; já o preço do limão caiu pela metade

Produtos de sacolão encareceram 1,41%, em média, no mês de dezembro/14, na comparação com a coleta de preços realizada em novembro pelo Procon da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). O levantamento foi feito entre os dias 8 e 9/12/14 junto a 39 estabelecimentos em oito regiões de Belo Horizonte.

Consulte a pesquisa completa de preços nos sacolões.

Dos 58 itens pesquisados, 39 sofreram aumentos e 19 ficaram mais baratos. De forma geral, as verduras encareceram 4,94%, enquanto que as frutas subiram 3,98%, em média. Por outro lado, os legumes passaram a custar 3,04% menos, constataram os pesquisadores do Procon Assembleia.

Ao se analisar itens individualmente, percebe-se elevações significativas no preço da mexerica poncan (91,68%), da laranja Bahia (41,20%), do abacate (33,16%) e da abóbora moranga (24,99%), entre outros. As principais reduções foran detectadas no limão Taiti (-48,54%), no jiló (-40,01%) e no chuchu (-39,60%).

O Procon Assembleia analisou ainda o comportamento dos preços por região. Em sete das oito regiões pesquisadas houve queda no preço dos legumes. Apenas na Norte os preços desses vegetais subiram, em média, 2,48%. No caso das verduras, foi constatada queda de preços em quatro regiões e aumento em outras quatro. Para as frutas, o preço caiu em cinco regiões e subiu em três.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.