sexta-feira, 31 de Agosto de 2012 10:24h Gazeta do Oeste

Recém-habilitados e pedestres lideram acidentes na Grande BH

Quase quatro acidentes, em média, para cada quilômetro de estrada; 4.075 desastres em 36 trechos de vias; 8.109 motoristas envolvidos, 4.043 deles apenas no Anel Rodoviário de Belo Horizonte. Os números, capazes de meter medo no mais experiente dos condutores, se referem apenas aos primeiros sete meses deste ano, nos 1.060 quilômetros de rodovias policiadas pelo Batalhão de Polícia Militar Rodoviária (BPMRv) com sede na capital, especialmente na região metropolitana. Em meio a eles, a inexperiência de quem dirige surge como importante fator de risco: entre seis grupos classificados de acordo com o tempo de habilitação, acidentados com até cinco anos de carteira lideram, representando quase 30% do total.

 

 

No Anel Rodoviário da capital essa situação se mantém, porém o trânsito pesado de uma rodovia que corta a metópole torna o perigo muito maior. De janeiro a julho ocorreram 1,9 mil acidentes em 26 quilômetros – média de nove por dia –, quase o mesmo que todos os demais 35 trechos, que somam 1.034 quilômetros. O resultado é o medo espalhado entre aqueles que têm menos tempo de habilitação e preferem evitar o local, que virou uma grande avenida com tráfego pesado e todos os ingredientes capazes de dar origem a tragédias .


 

Segundo o BPMRv, pouco mais de 4 mil condutores se envolveram nos 1,9 mil acidentes do Anel Rodoviário até 31 de julho. Ao analisar o tempo de carteira, é possível observar uma redução no envolvimento em ocorrências à medida que aumenta a prática dos condutores.  Em 2011, quando ocorreram cerca de 3 mil acidentes na via, a variação seguiu o mesmo padrão: a liderança é ocupada pelos condutores com pouca experiência, e quanto mais tempo têm de carteira menos os motoristas se envolvem em desastres.

 

 

 

 

 

 

EM

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.