quinta-feira, 20 de Agosto de 2015 11:40h

Recursos do Funcafé estão disponíveis no BDMG

São R$ 143,5 milhões destinados ao financiamento para beneficiadores, exportadores, cooperativas de cafeicultores, torrefadores e produtores de café solúvel

Os recursos do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) já podem ser solicitados pelas indústrias de beneficiamento e torrefação e cooperativas do setor cafeeiro instaladas em Minas Gerais. Em 2015, o Fundo disponibiliza R$ 143,5 milhões a serem repassados pelo Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) para apoiar a estocagem, a aquisição de café e capital de giro, destinados a atores do setor cafeeiro: beneficiadores, exportadores, cooperativas de produção, torrefadoras de café ou produtoras de café solúvel.

Para obter informações sobre o programa, os interessados devem entrar no site do BDMG (www.bdmg.mg.gov.br) e solicitar o contato de um gerente de negócios do Banco.

O Funcafé foi anunciado pelo governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, no último sábado (15/8), durante o Fórum Regional de Governo - Território do Caparaó, em Manhuaçu, na Zona da Mata. O presidente do BDMG, Marco Crocco, acredita que o Funcafé terá impacto bastante favorável para o setor cafeeiro e o agronegócio de Minas Gerais como um todo. “O café representa aproximadamente um terço do valor de produção da pauta agrícola do Estado”, afirma. "Essas novas linhas darão um impulso ainda maior à cafeicultura", completa.

Crocco observa ainda que Minas Gerais é o maior produtor mundial de café, com uma safra estimada em 23,6 milhões de sacas para 2015. O estado produz sozinho mais da metade do café brasileiro, sendo que na variedade arábica respondeu por nada menos que 71,5% da produção brasileira em 2014. Consolidado como um grande player no mercado internacional, o café mineiro representou 61,8 % do café exportado pelo Brasil em 2014 gerando divisas de US$ 4,12 bilhões.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.