terça-feira, 1 de Setembro de 2015 13:06h Atualizado em 1 de Setembro de 2015 às 13:07h.

Reinício de obras pelo Governo do Estado gera mais de mil empregos diretos

Nos 37 canteiros onde as obras seguem em ritmo mais acelerado, existem atualmente 1.375 trabalhadores

Ações realizadas pelo Governo de Minas Gerais estão contribuindo para impulsionar o mercado de trabalho nos setores de construção civil e pesada em várias regiões do estado. Com o reinício das obras executadas pelo DER e Deop foram gerados, a partir de meados de julho deste ano, mais de 1.300 empregos diretos e a tendência é de crescimento deste número na medida em que as obras avançam.
Nos 37 canteiros onde as obras seguem em ritmo mais acelerado, existem atualmente 1.375 trabalhadores. Os empreendimentos que reúnem maior número de vagas são os hospitais regionais de Teófilo Otoni e de Governador Valadares, que juntos contabilizam 174 postos de trabalho.
As duas unidades, com conclusão das obras previstas para dezembro de 2016 e fevereiro de 2016, respectivamente, vão disponibilizar 653 leitos hospitalares para os pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS).
Outro empreendimento que está com mais de cem trabalhadores é o da construção do aeroporto de Itajubá. A obra atualmente encontra-se na fase de constituição do aterro de cerca de quatro metros sobre o colchão drenante de brita.
Por estar localizado em uma várzea, o projeto prevê um período de repouso por aproximadamente 200 dias para que se consiga a acomodação geológica do aterro e posteriormente a construção das obras civis projetadas. A conclusão do empreendimento está prevista para 2018.
As obras de ampliação das unidades prisionais de Alfenas, Divinópolis, Itajubá e Montes Claros, que irão abrir 1.128 novas vagas no sistema prisional mineiro, estão gerando 176 empregos durante a construção, cujas conclusões estão previstas para o primeiro trimestre de 2016.
O Governo de Minas Gerais está investindo R$ 463,5 milhões nos empreendimentos que estão sendo executados neste ano pelo DER e Deop, cujas ordens de reinício foram dadas no mês de julho.

Créditos: Mércia Lemos

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.