sexta-feira, 23 de Setembro de 2011 16:21h Atualizado em 24 de Setembro de 2011 às 08:20h. Natalia Santos

Reservistas são reconvocados e passam por entrevistas e exames médicos

Jovens passam por uma seleção onde farão um curso em Betim

Mesmo sem a presença do general da 4º Região Militar, Ilídio Gaspar Filho, o Tiro de Guerra recebeu ontem, 23 de setembro uma comitiva da instituição e mobilizou os antigos reservistas para um novo curso. A proposta é reciclar o conhecimento dos antigos jovens reservistas, onde participarão em operações na capital.

 

 

O major Toni Fredman Souza informou que a mobilização e a convocação dos antigos reservistas têm o objetivo de reciclar as instruções militares daqueles que foram convocados entre os anos de 2006 e 2010. Estes, compareceram ao Tiro de Guerra entre quarta e ontem, (23) para entrevistas e exames médicos. Após esta etapa, serão selecionados 144 reservistas para participar de uma capacitação e operações na região metropolitana. “Esta mobilização consiste na reciclagem das instruções. Então todo reservista poderá ser empregado em alguma operação militar”, destacou o major Fredman.

 

A primeira operação a ser realizada por eles ocorre juntamente com o curso de capacitação e foi denominada como Operação Olavo Bilac, na refinaria Gabriel Bastos em Betim. O curso vai de 29 de setembro a dois de novembro. No total, são 174 militares, contando com os 144 de Divinópolis em busca da segurança na área e de novos conhecimentos.

 

 

O coronel Luiz Antônio Spelta, chefe da 11ª CSM, falou da importância da mobilização e explicou que a ação propõe treinar a sistemática de mobilização. “O que nós vamos fazer é convocar aqueles que já serviram e trazê-los novamente para alguma atividade militar dentro de um programa de treinamento e depois ele volta a uma vida normal”, explicou o coronel. Ele ainda enfatizou que estão convocando atiradores que tenham disponibilidade para esta atividade em Belo Horizonte.

 

Formatura

 

 

Além da mobilização, o Tiro de Guerra promoveu uma apresentação solene em forma de formatura dos futuros reservista. Esta foi uma das formas de receber a comitiva da 4ª Região Militar. Todos os anos, o TG matricula 200 jovens para servir ao Exército brasileiro. Para recepcionar o comando da 4ª Região os futuros formandos se apresentaram, também com o objetivo de apresentação à reserva do Exército que também acontece no município. O subtenente Gilson de Oliveira Aquino, lembrou que os atiradores se formam oficialmente em dezembro, depois de concluir todo o curso. “Eles estão se preparando para trabalhar em ações de defesa civil e territorial, ações cívico sociais e ajudar o município em ações como estão sendo feitos os mutirões de limpeza”, apontou o subtenente.


 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.