segunda-feira, 30 de Julho de 2012 09:45h Gazeta do Oeste

Rodoviárias à espera de investimentos para receber turistas

 Nos próximos dois anos, turistas de várias partes do mundo vão desembarcar em Belo Horizonte para acompanhar a Copa das Confederações, em 2013, e a Copa do Mundo de 2014. A reboque da capital, as cidades da região metropolitana e do interior, sobretudo as históricas, também receberão muitas pessoas. Mas, com a estrutura oferecida atualmente nas rodoviárias, será preciso muito investimento para que os visitantes não fiquem insatisfeitos.

 

 

A situação degradante dos terminais pode desestimular os excursionistas, atraídos pelas riquezas turísticas e culturais de Minas. Patrimônio Cultural da Humanidade desde 1980, Ouro Preto, na região Central, que em ocasiões como o Carnaval recebe cerca de 50 mil pessoas, tem uma rodoviária ultrapassada.


Ela tem três pavimentos. No primeiro, no nível da rua, ficam os guichês das empresas de transporte. Não há banheiros e lanchonete, nem cadeiras suficientes para acomodar os passageiros. Para acessar o segundo pavimento, é necessário descer um lance de escada. O andar é reservado à administração e há também uma loja.

 

No terceiro piso fica a área de embarque e desembarque, com cerca de cem assentos de plástico. No espaço funciona um acanhado comércio de alimentos e uma pequena butique. Os dois sanitários, masculino e feminino, funcionam improvisados em contêineres.
A rodoviária não tem quadro de horários de partida e chegada dos ônibus, nem tabela de preços de passagens. O terminal também não conta com guias turísticos, posto policial e de saúde. Há um elevador tão pequeno que as pessoas preferem usar as escadas.


“A rodoviária é até limpinha, mas ordinária”, desabafa um bilheteiro que trabalha no local há mais de cinco anos. Sem se identificar, ele afirmou que o terminal não comporta o número de passageiros nos fins de semana e feriados prolongados. “É uma gritaria danada. Gente falando língua diferente, reclamando das acomodações ou da demora dos ônibus”.

 

 

 

 

 

 

HOJE EM DIA

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.