sábado, 25 de Agosto de 2012 08:43h Gazeta do Oeste

Sabores do Brasil se reúnem em festival em Tiradentes

Na 15ª edição do Festival Cultura e Gastronomia Tiradentes, que começou ontem e vai até 2 de setembro na cidade do Campo das Vertentes, a valorização dos produtos e dos produtores nacionais é o foco.

A ideia é homenagear as muitas culinárias regionais que compõem a cozinha brasileira. Na 15ª edição do Festival Cultura e Gastronomia Tiradentes, que começou ontem e vai até 2 de setembro na cidade do Campo das Vertentes, a valorização dos produtos e dos produtores nacionais é o foco. Tanto que a novidade é a Feira do Produtor. No estande instalado no Largo do Chef (ao lado da rodoviária), o público pode adquirir manteiga, mel, cachaça, verduras, legumes, biscoitos, doces, licores e outras gostosuras dos quintais e cozinhas de pequenos produtores do município e das vizinhanças.

 

 

Este ano, a produção do festival começou mais cedo, em abril, com a primeira Expedição Gastronômica Brasileira, que percorreu as estradas de Minas, Rio de Janeiro, Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte e Amazonas, para mapear o que de melhor eles têm a oferecer em insumos culinários. Para apresentar ao público os produtos mapeados, duplas de chefs vão usar ingredientes de seus estados em jantares feitos a quatro mãos.

 

Nessa sexta-feira, na Pousada Brisa da Serra, André Saburó (Restaurante Quina do Futuro, no Recife) e Felipe Schaedler (Restaurante Banzeiro, em Manaus) mostraram saborosas maneiras de levar à mesa produtos característicos de suas regiões, como os camarões pernambucanos e os peixes amazônicos.

 

 

Enquanto isso, na Pousada Villa Paolucci, o espanhol Jordi Roca apresentava algumas das receitas que levaram o El Celler de Can Roca (em Girona, Espanha), restaurante que comanda ao lado dos irmãos Joan e Josef, ao segundo lugar na lista dos melhores do mundo da Restaurant Magazine.

 

Programação

 

 

Tiradentes oferece hoje várias atrações para aqueles que curtem o festival. A partir das 11h, no Espaço Senac, no Largo do Chef, haverá palestras e mesas-redondas sobre temas como a regionalização da gastronomia e a crítica gastronômica. Na Pousada Escola Senac, a atração são as aulas ministradas por nomes como Roca, que vai apresentar as sobremesas do El Celler, e Alberto Landgraf, chef do Restaurante Epice, em São Paulo, que vai abordar a cozinha autoral e contemporânea.

 

 

À noite, os gourmets vão se dividir entre o festim batizado de Nova Geração, que será preparado na Villa Paolucci por Landgraf e os chefs Thiago e Felipe Castanho, do Restaurante Remanso do Bosque, em Belém. Na Pousada Brisa da Serra, vai ocorrer o encontro entre a cozinha do Rio de Janeiro, representada por Kátia Barbosa (Restaurante Aconchego Carioca, na capital fluminense), e Marco Gil (Restaurante Sah, em Fortaleza). 

 

 

 

 

 

 

EM

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.