terça-feira, 11 de Novembro de 2014 09:38h

Secretaria de Educação faz levantamento de demanda da população infantil para planejar ações pedagógicas

Crianças nascidas a partir de 1º de julho de 2009 devem ser cadastradas pelos pais nas escolas municipais

A Secretaria de Educação de Mateus Leme quer saber quantas crianças com idade entre zero e cinco anos, nascidas a partir de 1º de julho de 2009, moram no município para fazer o primeiro censo infantil. O objetivo é levantar a demanda existente para nortear ações de acolhimento dos menores nos programas públicos e educacionais, como o acesso à creche e aos anos inicias da educação básica.

Todas as crianças devem ser inscritas. Por isso, até o dia 21 de novembro as escolas municipais vão realizar o cadastramento, que deve ser feito pelos pais ou responsáveis pelos menores, de segunda a quinta-feira, das 08h às 10h30 e a partir das 13h às 16 horas.

Para preencher o levantamento é preciso apresentar o documento original e uma cópia da certidão de nascimento da criança, cartão de vacinação atualizado ou cartão do Centro de Saúde que atende a família, comprovante de residência recente (preferencialmente conta de luz), comprovante do local de trabalho dos pais e/ou responsáveis. Em alguns casos também será exigido o documento judicial de guarda da criança e Número de Identificação Social (NIS).

De acordo com a secretária municipal de Educação, Regina Sônia Diniz, os pais devem procurar prioritariamente as escolas mais próximas de onde moram. “Este é o momento dos pais nos ajudarem a planejar as estratégias de acolhimento escolar dos próximos anos, por isso, é muito importante que todos cadastrem seus filhos e nos mantenham informados sobre a situação de cada um para que a Secretaria de Educação, juntamente com a Prefeitura, possa planejar as atividades letivas atendendo o maior número possível de crianças”, alertou.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.