terça-feira, 10 de Julho de 2012 10:02h Gazeta do Oeste

Secretaria de Estado de Saúde assina acordo com Fhemig

O acordo prevê o pagamento do abono de urgência e emergência a todos os profissionais destas carreiras, além de um reajuste de 50% do valor do mesmo a partir de agosto deste ano.

Em reunião realizada nesta segunda feira (09), o secretário de Estado de Saúde, Antônio Jorge de Souza Marques, e representantes da Associação dos Trabalhadores da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Asthemg) assinaram acordo em torno de propostas que trazem ganhos reais para os servidores de diversas carreiras do setor.

 

Entre os benefícios propostos está o aumento do valor da Gratificação Complementar (GC) concedida a auxiliares de apoio, técnicos operacionais, profissionais de enfermagem e analistas de gestão e assistência à saúde da Fhemig. A gratificação, que hoje é de 20,7%, passará para 30% a partir de agosto deste ano. Em agosto de 2013 será elevada para 40% e, em agosto de 2014, para 50%.

 

O acordo prevê também o pagamento do abono de urgência e emergência a todos os profissionais destas carreiras, além de um reajuste de 50% do valor do mesmo a partir de agosto deste ano.  “Com essa proposta aprovada, avançamos de forma significativa no que diz respeito a ganhos reais para os trabalhadores da Fhemig”, afirma o secretário Antônio Jorge.

 

A minuta de projeto de lei relativa aos itens acordados será encaminhada nos próximos dias à Assembleia Legislativa de Minas Gerais. No mesmo documento, as lideranças da Asthemg comprometem-se a não fazer movimentos reivindicatórios que remetam aos itens acordados. Concordam também que temas relativos à política remuneratória do setor somente serão discutidos no âmbito da política geral do Estado.

 

Negociação permanente

 

A reunião com representantes da Asthemg faz parte do processo de negociação que o Governo de Minas vem mantendo com entidades de servidores do sistema estadual de saúde.

 

Em 19 de junho, a Secretaria de Estado de Saúde apresentou uma série de propostas que contemplam diversas reivindicações da categoria. Os benefícios propostos pelo Governo de Minas implicarão em um impacto anual de R$ 100 milhões no orçamento da pasta.

 

 

 

AGÊNCIA MINAS

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.