terça-feira, 26 de Maio de 2015 12:47h

Secretaria de Saúde alerta população para cuidados com a Dengue

Foram estimados mais de 80 casos de suspeita de dengue em Córrego Fundo. O alerta da secretaria de saúde é para cuidados em relação aos locais e objetos que podem se tornar criadouros do mosquito transmissor da doença

Em Córrego Fundo, até o mês de maio deste ano, foram estimados 80 casos de suspeita de dengue. A partir deste dado, a Secretaria de Saúde está promovendo mais um alerta à população para que tome as medidas preventivas a fim de evitar a reprodução do mosquito transmissor.

De acordo com a coordenadora de Atenção Primária em Saúde, Aline Miranda, a população é também grande responsável no combate ao Aedes aegypti. “No nosso município, ainda há muitas pessoas que acreditam que a responsabilidade da limpeza dos lotes é dos agentes de endemias, quando, na verdade, eles têm a função de orientar e acompanhar o trabalho de limpeza que deve ser feito pelos proprietários”.

Dentre as atribuições dos agentes municipais de endemias estão: atuar nos domicílios informando a população sobre os riscos da doença e sobre as formas de prevenção; vistoriar imóveis para identificar locais e objetos que possam se transformar em criadouros do mosquito; orientar e acompanhar o proprietário da residência ou lote na remoção ou vedação dos objetos que possam ser criadouros do mosquito; aplicar larvicidas em locais como medida de prevenção ou combate; orientar sobre a forma de evitar e eliminar locais que possam oferecer risco quanto à formação de criadouros.

Aline destacou que o Município tem responsabilidades, assim como os cidadãos. “Juntos, podemos evitar que os índices da doença aumentem em Córrego Fundo, e o combate passa a ser uma conquista de toda a cidade, com benefícios para todos”, comentou.

Os proprietários de lotes ou residências que tiverem dúvidas ou necessitarem do apoio da Secretaria de Saúde podem entrar em contato com a unidade através do telefone (37) 3322-9254, ou na sede da Secretaria à Rua Joaquim Gonçalves da Fonseca, 493 (na sede da Prefeitura), e solicitar a visita de um agente de endemias.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.