sexta-feira, 30 de Outubro de 2015 13:19h Agência Minas

Secretaria de Saúde reforça importância da prevenção ao AVC

Dia Mundial do Acidente Vascular Cerebral traz alerta à população sobre os cuidados com as doenças cerebrovasculares

Melhorar o estilo de vida é fundamental na prevenção de diversas doenças, entre elas o acidente vascular cerebral. O AVC, que atinge homens e mulheres de diferentes idades, vem se tornando pauta prioritária entre gestores de saúde. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), a doença é a principal causa de morte em pessoas acima de 60 anos e a quinta em pessoas com idade entre 15 e 59 anos.

Com o objetivo de reduzir a mortalidade e as complicações preveníveis por doenças como hipertensão arterial, diabetes mellitus, doença cardiovascular e doença renal crônica, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) desenvolve o Programa de Atenção à Saúde dos Hipertensos e Diabéticos.

Atualmente, existem no estado 15 Centros de Atenção Secundária, denominados Centros Hiperdia Minas (CHDM). As unidades abrangem 22 regiões de saúde, totalizando 226 municípios, e têm como missão ampliar a longevidade e melhorar a qualidade de vida da população de Minas Gerais.

Segundo a coordenadora do Hiperdia, Luciana Morais Rocha, o programa é baseado nos pilares do cuidado, com destaque para ações como interconsultas com atenção programada e multiprofissional, elaboração de plano de cuidado individualizado, interdisciplinar e compartilhado com a atenção primária a saúde, além da responsabilização do usuário pelo seu cuidado. “Está em andamento uma reformulação do programa, com o objetivo de otimizar as estruturas e proporcionar ampliação do acesso aos serviços”, adianta a coordenadora.

Estrutura e localização

Os Centros Hiperdia Minas (CHDM) são classificados em dois tipos: carteira básica e carteira ampliada. Os CHDM de carteira básica possuem cardiologista, endocrinologista, enfermagem, nutrição, assistente social, psicologia, fisioterapia, educador físico, farmacêutico clínico, eletrocardiograma, teste ergométrico, holter 24 horas, ecocardiograma, MAPA, retinografia sem contraste e doppler vascular. Já os de carteira ampliada podem contar com uma ou mais das seguintes especialidades: angiologia, nefrologia e oftalmologia. Se o Centro for ampliado para oftalmologia ofertará retinografia com contraste e fotocoagulação a laser.

Atualmente, os centros estão localizados nas seguintes regiões ampliadas de saúde: Noroeste (Patos de Minas e Patrocínio), Sudeste (Juiz de Fora), Leste do Sul (Viçosa, Muriaé), Centro (Santa Luzia, Itabira, Itabirito), Jequitinhonha (Diamantina), Norte (Brasília de Minas, Janaúba e Pirapora), Nordeste (Teófilo Otoni e Jequitinhonha) e Oeste (Santo Antônio do Monte).

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.