sexta-feira, 29 de Janeiro de 2016 10:13h

Secretaria de Saúde vai capacitar militares do Exército para o controle do Aedes aegypti

Capacitação será regionalizada, visando preparar os militares para atuarem no combate ao mosquito nas residências

O vice-governador e presidente do Comitê Gestor Estadual de Políticas de Enfrentamento à Dengue, Chikungunya e Zika Vírus,Antônio Andrade, a subsecretária de Vigilância e Proteção à Saúde, Celeste Rodrigues, o superintendente de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), Rodrigo Said e o chefe do Estado Maior da 4ª região do Exército, coronel Ferreira se reuniram, nessa quinta-feira (29/1), na sede do Comando da 4ª região do Exército, em Belo Horizonte, para discutir a participação da entidade nas ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, causador da dengue, febre Chikungunya e Zica Vírus.
O Exército colocou-se à disposição para atuar no combate ao mosquito nos municípios do estado e o apoio será voltado para as ações de prevenção e controle dos focos do vetor, com visitas casa a casa e mobilização da população. De acordo com o coronel Ferreira, “o Exército dará todo o apoio necessário para atender às demandas dos municípios para acabarmos com essa epidemia”..
Após o Carnaval, a SES-MG dará início a uma ação de capacitação regionalizada, que visa preparar os militares para atuarem no combate ao mosquito nas residências. As equipes das Regionais de Saúde da SES-MG serão as responsáveis por essa capacitação do Exército.
Segundo o superintendente de Vigilância Epidemiológica da SES-MG, Rodrigo Said, o fluxo para acionamento do Exército, que foi aprovado nacionalmente, será o seguinte: os municípios encaminham a solicitação à Sala de Comando do Estado que, por sua vez, irá avaliar a situação epidemiológica do município e então acionar a Sala de Comando Nacional para liberação do comando regional. A partir dessa análise da situação epidemiológica, o Estado irá direcionar o apoio do Exército nos locais com maior necessidade.

 



Ações em andamento
O Governo criou, no final do mês de dezembro, o Comitê Gestor Estadual de Políticas de Enfrentamento à Dengue, Chikungunya e Zika Vírus, que tem como objetivo fomentar ações para o controle do mosquito Aedes aegypti, diminuindo assim a incidência das doenças no estado.
Em novembro de 2015 foi lançada a campanha "10 Minutos Contra a Dengue" , cujo objetivo é mobilizar a população no controle e enfrentamento ao mosquito Aedes aegypti.
Até o momento, o Governo de Minas já liberou um total de R$ 66 milhões para os municípios. O objetivo é incentivar a qualificação das atividades de vigilância e controle de endemias transmitidas por vetores e desenvolver ações de redução dos riscos das três doenças.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.