quinta-feira, 11 de Agosto de 2016 17:26h FAEMG

Secretário de Meio Ambiente visita a FAEMG

O presidente da FAEMG, Roberto Simões, reuniu-se, hoje, na sede da entidade com o secretário de Estado de Meio Ambiente, Jairo José Isaac, com o secretário-adjunto, Germano Luís Nunes Vieira, e a presidente do Igam, Fátima Chagas.

O objetivo foi debater sobre os principais entraves relacionados à legislação ambiental e criar um canal para a troca de informações e uma melhor interação entre a secretaria e o segmento rural.

Jairo José disse que a ocasião foi uma oportunidade para que ele conhecesse, mais de perto, as dificuldades enfrentadas pelos produtores rurais, no que se refere à aprovação de empreendimentos e regularização de processos. “A queixa é de que a legislação vigente é muito rigorosa e exige, realmente, sacrifício dos produtores rurais. O anseio da FAEMG é encontrar soluções, viabilizar e racionalizar os procedimentos. E este é também nosso desejo. Queremos trabalhar em sintonia, promovendo uma maior integração com a nossa Secretaria porque isso é bom para todos: para o produtor rural, para o meio ambiente e para a economia do Estado”.

O secretário-adjunto, Germano Nunes, acredita que esta interação deve ser incrementada uma vez que a FAEMG, em consonância com a Semad, defende uma política ambiental sustentável. Além disso, é uma instituição muito capilarizada no interior, captando as demandas e anseios dos produtores estabelecidos nas regiões mais longínquas. “Precisamos consolidar estas vozes para um diálogo com a secretaria a fim de melhorar nossos serviços. Esta reunião oficializa uma importante reaproximação com o setor que tem muito a contribuir na gestão e defesa do meio ambiente.”

Roberto Simões reconheceu que a questão ambiental é complexa e as soluções nem sempre fáceis. “Cabe a nos buscar este entrosamento para que haja uma comunicação permanente e possamos ir aplainando as dificuldades. O momento é muito oportuno porque o secretário Jairo é um homem afeito à iniciativa privada, com o espírito e disponibilidade para solucionar problemas. Tenho esperança de que a gente progrida e de que as coisas finalmente aconteçam neste estado”.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.