quarta-feira, 9 de Março de 2016 12:07h

Secretário Paulo Guedes visita obras de abastecimento de água e lavouras no Norte de Minas

Responsáveis pela execução do Plano de Urgência para Enfrentamento da Seca em Minas Gerais, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste (Sedinor) e seu braço operacional

Responsáveis pela execução do Plano de Urgência para Enfrentamento da Seca em Minas Gerais, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste (Sedinor) e seu braço operacional, o Idene, estão fazendo o acompanhamento das obras de perfuração de poços artesianos e das lavouras que receberam sementes de milho, feijão e sorgo. Nessa semana, o secretário da Sedinor, Paulo Guedes, acompanhado do diretor-geral do Idene, Ricardo Campos, do diretor regional, Arnaldo Mendes, e do gerente da autarquia em Montes Claros, Romeu Souto, visitou comunidades rurais de Glaucilândia, no Norte de Minas, um dos cerca de 130 municípios que decretaram situação de emergência devido à seca.

 



As comunidades visitadas, Vila Altinense, Rio das Pedras, Laranjão, Curral Queimado e Lagoa do Boi, estão entre as 2.830 em todo o Estado beneficiadas pelo Plano de Urgência. Entre as obras e ações no município estão a distribuição de sementes, o recebimento de máquina agrícola e a perfuração e equipagem de quatro poços artesianos, com bombas, tubos e caixas d’água.

 



A agricultora Maria do Socorro de Souza, 56 anos, da Comunidade de Rio das Pedras, conta que recebeu as sementes de milho e por conta dessa ajuda pode fazer a roça em 2,5 hectares de terra que possui. A lavoura, segundo ela, é para o sustento da casa e para melhorar a renda da família com a venda dos produtos na feira. “Desde os 8 anos de idade que eu já ralava na roça e a maior parte das pessoas da minha idade aqui também é do mesmo jeito. Qualquer pouquinho que vem é sempre muito bom. E a água agora vai ajudar muito, porque na seca fomos abastecidos por caminhão pipa”.

 



Já o senhor Sebastião Vieira Dias, o Seu Tio, como é conhecido na Comunidade de Rio das Pedras, doou parte do terreno para a perfuração do poço que vai beneficiar mais de 120 famílias. “Quando me disseram que para ter o poço na comunidade precisava dar uma parte do terreno eu disse que não tinha mais problema. Fiz não só porque ia ser bom pra mim, mas porque vai ajudar muita gente. Água é vida, sem água a gente não pode ter nada”.

 



Durante a visita, o diretor-geral do Idene, Ricardo Campos, ressaltou que o Sistema Sedinor/Idene está levando os serviços do órgão para mais perto das comunidades rurais, buscando oferecer um atendimento humanitário. “O Plano de Urgência para o Enfrentamento da Seca desafia as nossas comunidades rurais sobre o uso e a gestão da água, o bem mais essencial para a vida. Nós queremos contribuir para que essa gestão aconteça da melhor maneira possível”, disse.

 



O secretário Paulo Guedes reiterou o compromisso do governo de Minas Gerais em atuar de maneira rápida e eficiente junto aos municípios. “É por isso que estamos aqui hoje, acompanhando a perfuração dos poços e, na semana que vem, depois que a prefeitura nos encaminhar a quantidade de tubos necessária, faremos a equipagem desses poços, com canos, bomba e caixa d’água”, disse ao anunciar outras  ações do Estado. Entre as novidades está o fornecimento de água para o município por meio da Copasa – um antigo sonho da população – e a construção de cinco barragens para o atendimento às comunidades rurais, com investimento de cerca de R$ 130 mil em cada uma delas.

 



Sobre o Plano: O Plano de Urgência para Enfrentamento da Seca distribuiu cerca de 730 toneladas de sementes. A ação está possibilitando, também, a perfuração de 482 poços artesianos em todo o Norte e Nordeste de Minas Gerais, além da doação de caixas d’água, bombas e tubos para a equipagem de poços que já haviam sido perfurados e nunca utilizados.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.