terça-feira, 18 de Março de 2014 07:00h

Sedese e empresa de marketing esportivo oferecem 1.200 empregos temporários para a Copa

As oportunidades são para maiores de 18 anos, no setor de alimentação do Mineirão, com diárias que variam de R$ 100 a R$ 150.

Os trabalhadores interessados em uma vaga de emprego temporário, durante os seis jogos da Copa do Mundo disputados no Mineirão, já podem concorrer a um dos 1.200 postos de trabalho oferecidos pela empresa CSM Marketing Esportivo, por intermédio da Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese) / Sistema Nacional de Emprego (Sine).  As oportunidades são para maiores de 18 anos, no setor de alimentação do Estádio, com diárias que variam de R$ 100 a R$ 150.

Há vagas para os cargos de atendente, caixa, copeiro, líder e vendedor móvel (ambulante). Os interessados devem fazer a inscrição no site www.querovestiracamisa.com e aguardar a pré-seleção, que será realizada pela equipe de recursos humanos da empresa. As pessoas selecionadas serão contatadas pela CSM e convocadas para entrevista em uma unidade do Sine. Mesmo que não tenham experiência, os selecionados receberão todo o treinamento necessário.

Para os cargos de vendedor móvel (ambulante), atendente e copeiro, a diária é de R$ 100.  O caixa receberá R$ 120 e o líder de loja (responsável por equipe) R$ 150 por dia de trabalho. No entanto, aquelas pessoas que conseguirem alcançar as metas pré-estabelecidas para os serviços no Mundial têm a possibilidade de um acréscimo de 10% no valor das diárias.

Os selecionados pela CSM devem levar original e cópia do documento de identidade com foto, Cadastro de Pessoa Física (CPF) e a Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS). A CSM irá fornecer todas as informações sobre local, data e horário para entrevista.

Para mais informações, os interessados poderão procurar as unidades do Sine de Belo Horizonte e Região Metropolitana, onde serão orientados quanto ao processo seletivo.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.