quarta-feira, 22 de Julho de 2015 12:12h Atualizado em 22 de Julho de 2015 às 12:18h.

Sedinor articula criação da Zona de Processamento de Exportação em Teófilo Otoni

O Sistema Sedinor/Idene realizou, nesta terça-feira (21/07), uma reunião com lideranças politicas e investidores em busca de viabilizar a Zona de Processamento de Exportação - ZPE de Teofilo Otoni, que irá promover o desenvolvimento macroeconômico do Vale

O Sistema Sedinor/Idene realizou, nesta terça-feira (21/07), uma reunião com lideranças politicas e investidores em busca de viabilizar a Zona de Processamento de Exportação - ZPE de Teofilo Otoni, que irá promover o desenvolvimento macroeconômico do Vale do Mucurí. O encontro serviu para unir forças entre os governos federal, estadual e municipal para atrair investidores nacionais e estrangeiros para a região que possui um grande potencial produtivo.

Entre os atrativos para as empresas que serão instaladas na área da ZPE, em Teófilo Otoni, estão os incentivos fiscais, cambiais e administrativos, concedidos pelos governos Federal e Estadual.

Com a criação da ZPE, a expectativa é impulsionar a criação de empregos, a elevação da renda média dos trabalhadores, o aumento do valor agregado das exportações e fortalecimento do balanço de pagamento. Os investimentos também vão propiciar a difusão de novas tecnologias e práticas modernas de gestão, além da correção dos desequilíbrios regionais, descentralizando a atividade industrial e promovendo a distribuição mais equilibrada do desenvolvimento econômico de Minas Gerais.

De acordo com o diretor-geral do Idene, Ricardo Campos, a região possui um potencial que foi pouco explorado nos últimos anos. “O Vale do Mucuri possui matérias-primas como o Silício, para a produção de energia fotovoltaica, minérios, pedras preciosas e produtos produtivos de diversos segmentos, que podem atrair investidores. O objetivo é promover o desenvolvimento regional para gerar emprego e renda na região” concluiu.

A energia fotovoltaica, inclusive, foi um dos assuntos discutidos na reunião. Foi apresentado pela empresa Solar Par, o grande potencial do Vale do Mucuri para a produção da energia. Além dos pontos destacados, a região é uma das mais tradicionais na bovinocultura e na produção de gados, de laranja e café. Para o diretor de captação do Idene, Davdson Barbosa, o projeto é de extrema importância. “Precisamos mostrar o potencial que tem a produção nessa região. Vamos lutar para que os investimentos aconteçam”, concluiu.                                                                                                                                                                          



Créditos:  Maurício Gomes/Sedinor MG

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.