sexta-feira, 24 de Julho de 2015 12:41h

Sedinor integra Câmara que vai cuidar de obras prioritárias à população

O Governo de Minas realizou, nesta semana, a primeira reunião para discutir o Plano Geral de Obras – PGO, a Câmara de Coordenação de Obras e o Grupo Executivo de Obras, instituídos pelo governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, no decreto assinado no

O objetivo é envolver todos os órgãos do governo para acompanhar e discutir o andamento das obras prioritárias à população.
O PGO visa definir e cadastrar as obras estratégicas a serem executadas pelos órgãos e entidades do Estado. O Plano será planejado e coordenado pela Câmara de Coordenação. Já o Grupo Executivo de Obras terá, entre outras funções, a de adotar medidas para o cumprimento de metas, padrões para fiscalização e gerenciamento dos empreendimentos integrantes do Plano Geral de Obras, todos coordenados pela Secretaria de Transportes e Obras Públicas - Setop.
A secretária-adjunta da Sedinor, Juliana Pacheco, participou do encontro e destacou a importância da criação dessas ações para o desenvolvimento de Minas Gerais. “Ao estudar, debater e planejar aquilo que realmente é prioritário para a população, o governo garante mais eficiência e agilidade no andamento das obras e leva desenvolvimento a todas as regiões do Estado”, afirmou.
Além da Sedinor e da Setop, compõem a Câmara de Coordenação as secretarias de Governo, da Casa Civil e Relações Institucionais, de Planejamento e Gestão, da Fazenda, de Saúde, de Educação, de Defesa Social, de Desenvolvimento Regional e de Política Urbana e Gestão Metropolitana. Também integram o grupo a Codemig, o Corpo de Bombeiros, a Polícia Militar e a Polícia Civil.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.