sexta-feira, 3 de Julho de 2015 14:03h

Sedinor une forças para levar energia para municípios do Norte de Minas

A intenção é atender cidades que sofrem com a ausência do serviço

O secretário da Sedinor, Paulo Guedes, articulou uma reunião com investidores e representantes do governo, realizada nesta quinta-feira (02/07), para viabilizar a produção de energia para atender a deficiência desse serviço no Norte de Minas. A Agência de Desenvolvimento do Norte de Minas – Adenor apresentou um estudo sobre a geração de energia solar fotovoltaica, que mapeia áreas propícias à implantação de Unidades Geradoras de 30 MW, chegando a um número de 120 unidades, que podem beneficiar milhares de moradores da região.

A ideia inicial é unir forças entre as secretarias de Estado, Cemig, Adenor e investidores, para que os problemas de implantação das unidades de geração de energia solar, que pode ser fornecida para as linhas de transmissão, sejam enfrentados por meio de concentração de esforços técnicos e envolvimento com o projeto. Para o secretário da Sedinor, Paulo Guedes, essa é uma missão que requer uma força-tarefa. “Eu sei que, levando energia e água para a região, o desenvolvimento é garantido. Vamos lutar para que o sonho de atender toda a população seja realizado”, concluiu.

O Norte de Minas tem um grande potencial para a produção de energia fotovoltaica, que é gerada por células (nas quais a irradiação solar é transformada em energia elétrica). O objetivo é atrair investidores para a geração de energia para, consequentemente, desenvolver a indústria, o comércio e a agricultura irrigada, capacitar e empregar pessoas, além de valorizar a riqueza da terra na região. O diretor de captação do Idene, Davidson Dantas, disse que o Governo está disposto a buscar todos os recursos para levar energia às cidades carentes desse serviço. “A ação irá proporcionar o desenvolvimento do Norte de Minas. O intuito é trabalhar para que essas cidades recebam energia e consequentemente se desenvolvam”, afirmou.

Após a apresentação do trabalho elaborado sob a coordenação da Adenor, a intenção é identificar as soluções técnicas possíveis, por meio de estudos em andamento, para que sejam executadas ações que solucionem as necessidades da região. Ao final do encontro, foi proposto que a partir dessa ação a região fique marcada como referencial no país em geração e solução para a produção de energia fotovoltaica.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.