quinta-feira, 13 de Outubro de 2016 17:49h Ascom

Seminário de Emergência Ambiental aborda prevenção e resposta em grandes acidentes

A importância da atuação integrada na prevenção e resposta aos acidentes ambientais, principalmente na escala de grandes eventos, será debatida durante o Seminário de Emergência Ambiental 2016. O encontro acontece nos dias 17 e 18 de outubro, no auditório da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), rua Mar de Espanha, 525, bairro Santo Antônio, em Belo Horizonte. Ele é organizado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) e a Comissão Estadual de Prevenção, Preparação e Resposta Rápida a Emergências Ambientais com Produtos Perigosos (CE P2R2).
O evento contará com quatro painéis, que discutirão assuntos relacionados à gestão de riscos em empreendimentos minerários em Minas Gerais e em grandes eventos, o papel social dos planos de auxílio mútuo (PAM) na prevenção, preparação e resposta articulada e integrada em acidentes tecnológicos ampliados, bem como a prevenção, preparação e resposta integrada nas emergências ambientais envolvendo o transporte de produtos perigosos. 
Clique aqui http://meioambiente.mg.gov.br/images/stories/2016/ASCOM_DIVERSOS/programacao-seminario-emergencia-ambiental-2016.pdfpara fazer sua inscrição e ver a programação completa do evento.
Primeiro dia
No primeiro dia de Seminário, o painel I apresentará as experiências de algumas empresas na gestão de riscos e na preparação para emergências na mineração, além de lições recentes sobre os riscos de desastres tecnológicos e cenários de formação e evolução de rupturas em barragens de rejeitos. Os participantes conhecerão, também, o trabalho desenvolvido em Minas Gerais na gestão de riscos nos Jogos Olímpicos Rio 2016. 
Já o painel II abordará os incêndios florestais no contexto das mudanças climáticas e a experiência do município de Belo Horizonte no tratamento às emergências ambientais na área de meio ambiente e saúde. Também abordará os eventos climáticos extremos e os perigos neste tipo de ocorrência. 
Segundo dia
Os acidentes ambientais atendidos pelo Núcleo de Emergência Ambiental (NEA), da Semad, referentes ao ano de 2015, serão apresentados neste dia.
O Painel III trará as experiências dos Planos de Auxílio Mútuo (PAM) desenvolvidos para as regiões do Alto Paranaíba e Triângulo Mineiro, para a região do Vale do aço e para os municípios de Betim e Ibirité, além da experiência do PAM de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro. 
No Painel IV os participantes conhecerão a evolução das especificações dos combustíveis no Brasil, as características técnicas dos motores e a importância de sua manutenção, além dos danos causados pelo uso de combustíveis adulterados. A fiscalização e o controle das emissões veiculares, os impactos da poluição veicular no meio ambiente, as ações do Programa Despoluir e a participação do setor de transportes na emissão de gases poluentes e causadores de efeito estufa, em Belo Horizonte, também farão parte das discussões.

A importância da atuação integrada na prevenção e resposta aos acidentes ambientais, principalmente na escala de grandes eventos, será debatida durante o Seminário de Emergência Ambiental 2016. O encontro acontece nos dias 17 e 18 de outubro, no auditório da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), rua Mar de Espanha, 525, bairro Santo Antônio, em Belo Horizonte. Ele é organizado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) e a Comissão Estadual de Prevenção, Preparação e Resposta Rápida a Emergências Ambientais com Produtos Perigosos (CE P2R2).

 

O evento contará com quatro painéis, que discutirão assuntos relacionados à gestão de riscos em empreendimentos minerários em Minas Gerais e em grandes eventos, o papel social dos planos de auxílio mútuo (PAM) na prevenção, preparação e resposta articulada e integrada em acidentes tecnológicos ampliados, bem como a prevenção, preparação e resposta integrada nas emergências ambientais envolvendo o transporte de produtos perigosos. 

 

Clique aqui http://meioambiente.mg.gov.br/images/stories/2016/ASCOM_DIVERSOS/programacao-seminario-emergencia-ambiental-2016.pdfpara fazer sua inscrição e ver a programação completa do evento.

 

Primeiro dia

 

No primeiro dia de Seminário, o painel I apresentará as experiências de algumas empresas na gestão de riscos e na preparação para emergências na mineração, além de lições recentes sobre os riscos de desastres tecnológicos e cenários de formação e evolução de rupturas em barragens de rejeitos. Os participantes conhecerão, também, o trabalho desenvolvido em Minas Gerais na gestão de riscos nos Jogos Olímpicos Rio 2016. 

 

Já o painel II abordará os incêndios florestais no contexto das mudanças climáticas e a experiência do município de Belo Horizonte no tratamento às emergências ambientais na área de meio ambiente e saúde. Também abordará os eventos climáticos extremos e os perigos neste tipo de ocorrência. 

 

Segundo dia

 

Os acidentes ambientais atendidos pelo Núcleo de Emergência Ambiental (NEA), da Semad, referentes ao ano de 2015, serão apresentados neste dia.

 

O Painel III trará as experiências dos Planos de Auxílio Mútuo (PAM) desenvolvidos para as regiões do Alto Paranaíba e Triângulo Mineiro, para a região do Vale do aço e para os municípios de Betim e Ibirité, além da experiência do PAM de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro. 

 

No Painel IV os participantes conhecerão a evolução das especificações dos combustíveis no Brasil, as características técnicas dos motores e a importância de sua manutenção, além dos danos causados pelo uso de combustíveis adulterados. A fiscalização e o controle das emissões veiculares, os impactos da poluição veicular no meio ambiente, as ações do Programa Despoluir e a participação do setor de transportes na emissão de gases poluentes e causadores de efeito estufa, em Belo Horizonte, também farão parte das discussões.

A importância da atuação integrada na prevenção e resposta aos acidentes ambientais, principalmente na escala de grandes eventos, será debatida durante o Seminário de Emergência Ambiental 2016. O encontro acontece nos dias 17 e 18 de outubro, no auditório da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), rua Mar de Espanha, 525, bairro Santo Antônio, em Belo Horizonte. Ele é organizado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) e a Comissão Estadual de Prevenção, Preparação e Resposta Rápida a Emergências Ambientais com Produtos Perigosos (CE P2R2).

 

O evento contará com quatro painéis, que discutirão assuntos relacionados à gestão de riscos em empreendimentos minerários em Minas Gerais e em grandes eventos, o papel social dos planos de auxílio mútuo (PAM) na prevenção, preparação e resposta articulada e integrada em acidentes tecnológicos ampliados, bem como a prevenção, preparação e resposta integrada nas emergências ambientais envolvendo o transporte de produtos perigosos. 

 

Clique aqui http://meioambiente.mg.gov.br/images/stories/2016/ASCOM_DIVERSOS/programacao-seminario-emergencia-ambiental-2016.pdfpara fazer sua inscrição e ver a programação completa do evento.

 

Primeiro dia

 

No primeiro dia de Seminário, o painel I apresentará as experiências de algumas empresas na gestão de riscos e na preparação para emergências na mineração, além de lições recentes sobre os riscos de desastres tecnológicos e cenários de formação e evolução de rupturas em barragens de rejeitos. Os participantes conhecerão, também, o trabalho desenvolvido em Minas Gerais na gestão de riscos nos Jogos Olímpicos Rio 2016. 

 

Já o painel II abordará os incêndios florestais no contexto das mudanças climáticas e a experiência do município de Belo Horizonte no tratamento às emergências ambientais na área de meio ambiente e saúde. Também abordará os eventos climáticos extremos e os perigos neste tipo de ocorrência. 

 

Segundo dia

 

Os acidentes ambientais atendidos pelo Núcleo de Emergência Ambiental (NEA), da Semad, referentes ao ano de 2015, serão apresentados neste dia.

 

O Painel III trará as experiências dos Planos de Auxílio Mútuo (PAM) desenvolvidos para as regiões do Alto Paranaíba e Triângulo Mineiro, para a região do Vale do aço e para os municípios de Betim e Ibirité, além da experiência do PAM de Duque de Caxias, no Rio de Janeiro. 

 

No Painel IV os participantes conhecerão a evolução das especificações dos combustíveis no Brasil, as características técnicas dos motores e a importância de sua manutenção, além dos danos causados pelo uso de combustíveis adulterados. A fiscalização e o controle das emissões veiculares, os impactos da poluição veicular no meio ambiente, as ações do Programa Despoluir e a participação do setor de transportes na emissão de gases poluentes e causadores de efeito estufa, em Belo Horizonte, também farão parte das discussões.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.