segunda-feira, 11 de Maio de 2015 09:36h Atualizado em 11 de Maio de 2015 às 09:43h.

Servas e Sebrae oficializam parceria para promover a economia e a cultura empreendedora em Minas

Meta é estender as ações e ampliar todos os serviços de atendimento realizadas em conjunto pelas instituições. Regiões carentes do Estado serão prioridades

A presidente do Servas – Serviço Voluntário de Assistência Social, Carolina Oliveira Pimentel, e o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae Minas, Olavo Machado Júnior, oficializaram, nesta sexta-feira (8/5), a parceria entre as duas instituições para fortalecer a economia de Minas Gerais e promover a cultura empreendedora entre os mineiros e mineiras de várias cidades do estado.
Entre as ações previstas do convênio estão: oferecer capacitação profissional a moradores de cidades de regiões com baixo índice de desenvolvimento humano, como o Norte de Minas e o Vale do Jequitinhonha; promover a cultura empreendedora entre jovens de municípios da região metropolitana, como Betim e Ribeirão das Neves; dar assistência a artesãos de todo o estado para que eles promovam seus negócios e oferecer assessoria técnica a gestores públicos para fortalecer a economia de suas cidades por meio da compra governamental, optando por produtos e serviços locais.
A presidente do Servas, Carolina Oliveira Pimentel, explica que o Sebrae é parceiro antigo do Serviço Voluntário de Assistência Social, mas que agora a meta é estender as ações e ampliar o atendimento feito em conjunto pelas duas instituições. “Vamos aproveitar a oportunidade de ter o Sebrae conosco para ir para as cidades do interior de Minas Gerais, ampliar a atuação do Servas na região metropolitana, no Norte de Minas e no Jequitinhonha, que são regiões prioritárias nessa gestão. Queremos estar em territórios onde a nossa presença é importante, porque ajuda a melhorar a qualidade de vida de mineiros e mineiras, e o incentivo à geração de renda é um importante meio de proporcionar isso”, ressaltou Carolina.
Para o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae Minas, Olavo Machado Júnior, selar mais uma parceria entre Servas e Sebrae é positiva. “Os objetivos do Servas e do Sebrae são os mesmos, ou seja, ambos querem levar uma condição de vida mais digna aos cidadãos de Minas Gerais por meio do empreendedorismo. As pessoas têm sim, cada uma, à sua maneira, um jeito de empreender. Vamos estimular e aprimorar isso para melhorar a sociedade”, afirmou Machado.
O diretor de operações do Sebrae Minas, Anderson Cabido, adiantou as consequências da oficialização do convênio. "Vamos fazer um trabalho focado na produção artesanal, criar mais postos de trabalho, apoiar empreendedores individuais nessas áreas vulneráveis, ou seja, tenho certeza que todas as ações serão de grande alcance, dada a expertise do Servas e do Sebrae em trabalhar com esse público, o que pode melhorar de maneira efetiva a vida das pessoas atendidas”, disse Cabido.
Grupos de trabalho já foram formados para estudar cada área a ser atendida pelo convênio e, até o final deste semestre, serão implementadas as primeiras ações da parceria entre Servas e Sebrae.
O ato de assinatura do Protocolo de Intenções entre Servas e Sebrae também contou com a participação da vice-presidente do Servas, Betânia Lemos, o diretor superintendente do Sebrae Minas, Afonso Maria Rocha, e o diretor técnico do Sebrae Minas, Fábio Veras.

 

Créditos: Osvaldo Afonso/Imprensa MG

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.