quinta-feira, 4 de Abril de 2013 10:32h Carina Lelles

Servidores rejeitam proposta do TJMG e decidem manter greve

Representantes do TJMG e sindicalistas se reuniram, mas a proposta do Tribunal foi rejeitada pelos servidores do judiciário.

Em uma Assembléia Geral Extraordinária (AGE), realizada na manhã de ontem (03), os servidores do judiciário decidiram manter a greve. Os líderes sindicais levaram a proposta do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) para votação entre os servidores que, por unanimidade, foi rejeitada.
A proposta do TJMG foi apresentada aos líderes sindicais, em uma reunião realizada na tarde de terça-feira (02), pelos representantes da Comissão de Orçamento (desembargadores) e das áreas técnicas de Planejamento e Finanças do Tribunal de Minas (TJMG).
De acordo com o Sindicato dos Servidores da Justiça de Primeira Instância do Estado de Minas Gerais (Serjusmig), o TJMG descartou o Reajuste Escalonado (RE), ou seja, a divisão do reajuste em cinco anos, proposta esta feita pelo próprio Tribunal em negociação no ano passado.
A nova proposta do TJMG foi à concessão de um reajuste diferenciado (maior para os menores padrões) para este ano. Quanto ao ano de 2014, o argumento dos representantes do TJMG é de que, em Julho, quando se iniciam as discussões sobre a formatação do orçamento de 2014, o assunto voltaria a ser tratado.
Segundo os representantes do Serjusmig, as entidades sindicais utilizaram todos os argumentos possíveis, a fim de sustentar a implementação do RE na forma acordada no Grupo de Trabalho instituído para estudar e apresentar proposta, porém, a justificativa da impossibilidade foi mantida até o final da reunião.
Com a proposta feita pelo TJMG, os representantes sindicais levaram a questão à votação em uma Assembléia realizada ontem (03). Cerca de mil servidores participaram da AGE em Belo Horizonte e por unanimidade decidiram manter a greve por tempo indeterminado.
Uma nova reunião entre os representantes do TJMG e sindicalistas foi marcada para a tarde de ontem (03), mas até o fechamento desta edição ainda não havia um acordo. As propostas apresentadas pelo TJMG serão levadas aos servidores do judiciário na próxima terça-feira (9) quando haverá uma nova assembléia.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.