terça-feira, 2 de Dezembro de 2014 06:23h

Situação da saúde no Estado é tema de audiência pública

A reunião, nesta quarta (3), também vai abordar possível violação de direitos humanos de servidores públicos de Minas

Debater a situação da saúde em Minas Gerais e discutir a possível violação de direitos humanos dos servidores públicos do Estado. Esses são os objetivos de uma audiência pública na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), a ser promovida pela Comissão de Direitos Humanos, nesta quarta-feira (3), às 9 horas, no Auditório.

De acordo com o autor do pedido para a realização da reunião, deputado Rogério Correia (PT), os últimos governos de Minas “sucatearam a saúde do Estado”, ao deixar de aplicar o mínimo constitucional no setor.  “O resultado é visível na precariedade de nossos hospitais e na desvalorização dos servidores do setor”, afirmou.

Segundo o parlamentar, as denúncias de servidores da área vão desde obras paradas em hospitais e a falta de equipamentos até a desvalorização dos funcionários por parte do governo do Estado. Além disso, alguns hospitais estariam com atendimentos clínicos e cirúrgicos suspensos, prejudicando a população e inflando a fila de espera nos hospitais mineiros. “Esperamos com esta audiência dar espaço às reivindicações da categoria e dos usuários da rede hospitalar", ressaltou Rogério Correia.

Convidados – Foram convidados para a reunião o presidente da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), Antônio Carlos de Barros Martins; o diretor do Hospital Regional de Barbacena, Jorge Corrêa Neto; a representante da Associação Sindical dos Trabalhadores em Hospitais do Estado de Minas Gerais (Asthemig), Mônica Fernandes Abreu; e a técnica em enfermagem do Hospital Regional de Barbacena, Joselma de Araújo Assunção Fonseca.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.