sexta-feira, 31 de Outubro de 2014 08:53h

Soluções inovadoras para o mercado

Projetos desenvolvidos em quatro universidades e centros de pesquisa de Montes Claros serão reunidos em livro

Um protetor mamário e, ao mesmo tempo, absorvente do leite materno; um analisador bioquímico que mede a doçura da cana de açúcar; um coletor de impressão palmar, que ajuda a identificar doenças congênitas e genéticas. Esses e outros 13 projetos de quatro universidades e centros de pesquisa do Norte de Minas integram o Programa de Incentivo à Inovação (PII). Os 16 projetos apoiados pelo PII, em Montes Claros, serão divulgados em uma publicação especial, que mostra a função e os benefícios de cada projeto. O lançamento do livro do PII será no dia 6 de novembro, às 19h15, no Automóvel Clube.

Promovido pelo Sebrae e pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes), o PII estimula a criação de novas tecnologias, produtos e processos inovadores para o mercado,  a partir do conhecimento gerado nas instituições de ensino.  O programa, criado em 2006, já foi realizado em universidades, faculdades e centros tecnológicos de Lavras, Itajubá, Juiz de Fora, Viçosa, Uberlândia e Belo Horizonte.

“O objetivo é proporcionar uma mudança cultural nas universidades e nos pesquisadores, com a disseminação da cultura empreendedora, a obtenção de novos recursos para pesquisa e a possibilidade de geração de empregos para estudantes graduados e pós-graduados”, explica a analista da Unidade de Acesso à Inovação e Sustentabilidade do Sebrae Minas, Andrea Furtado.

Em Montes Claros, o edital de seleção do PII foi publicado em 2011, para pesquisadores da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), Faculdade de Ciência e Tecnologia (Facit), Instituto de Ciências Agrárias da Universidade Federal de Minas Gerais (ICA/UFMG) e Faculdades Integradas do Norte de Minas – Instituto de Ciências da Saúde (Funorte).

“Esta é a primeira vez que o PII une quatro universidades e centros de pesquisas em um único programa que transforma conhecimento e tecnologia em soluções inovadoras para o mercado”, conta a analista do Sebrae Minas em Montes Claros Hebbe Mendes.

Ao todo, 36 projetos foram inscritos no programa. Dezesseis foram selecionados para a elaboração dos estudos de viabilidade técnica, econômica, comercial, de impacto ambiental e social. Dez deles receberam o aporte de recursos para a construção dos protótipos e para o desenvolvimento de planos de negócios, importante para a avaliação do potencial prático do produto, processo ou serviço estudado, como por exemplo, a análise do caráter inovador, benefícios, vantagens e riscos do projeto.

“O livro do PII é mais uma etapa do programa para divulgar os projetos para potenciais investidores que queiram transformar pesquisas em ideias de negócios ou então possibilitar a criação de novas empresas de base tecnológica”, diz Hebbe.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.